Menu
Busca quarta, 08 de julho de 2020

Doze milhões de pessoas estão à beira da morte na África

15 agosto 2011 - 09h06Por R7
Dez mil crianças morrem mensalmente na região do Chifre da África, região no nordeste do continente que reúne quatro países. A seca que atinge a região ainda pode matar mais 12 milhões de pessoas.

Obter água é um dos principais desafios dos habitantes da região.

Muitos são forçados a abandonar suas casas. Em média, o campo de refugiado da cidade de Dadaab, no Quênia, recebe cerca de 1.800 pessoas por dia, segundo estimativa da ONU (Organização das Nações Unidas). É o maior campo de refugiados do mundo.

Hoje, cerca de 400 mil pessoas vivem nesse campo de refugiados, praticamente a população de Florianópolis (SC).

Até 1990 Dadab era um pequeno lugarejo às margens da estrada. Quando começou a guerra na Somália e começaram a chegar os refugiados, essa vila começou a se transformar e hoje é uma grande cidade. Cerca de 70 mil pessoas moram e trabalham em Dadaab.

Mobilização

A situação na África mobiliza diversos artistas pop de todo o mundo. Nomes como Antônio Banderas, Justin Bieber, Lady Gaga e os grupos U2 e Rolling Stones pedem na internet doações aos fãs.

Mais de 150 celebridades estão envolvidos na campanha. Entre elas, os cantores Paul McCartney, Beyoncé e Britney Spears, além do piloto Lewis Hamilton e o do jogador Cristiano Ronaldo.

A mobilização faz lembrar a mais famosa campanha de combate à fome na áfrica, que aconteceu há 26 anos. Alguns do maiores nomes da música gravaram a música que se tornaria um clássico: We are the world (nós somos o mundo, em português). A canção foi escrita por Michael Jackson e Lionel Richie.

A gravação juntou 45 astros da música. Estavam na lista Tina Turner, Diana Ross, Ray Charles e Stevie Wonder. A música e o clip se tornaram sucesso em todo o mundo e renderam o equivalente a quase R$ 90 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Confira pagamentos e tributos adiados ou suspensos durante pandemia
SAÚDE
Usar máscara em academias não prejudica saúde, dizem especialistas
EDUCAÇÃO
MEC anuncia novas datas de aplicação do Enem 2020
SEGURANÇA PÚBLICA
Seguindo diretrizes nacionais, Agepen prorroga suspensão de visitas até o dia 31