Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020

Dupla sertaneja vende casa e mora em carro para aparecer na Globo

Dupla sertaneja vende casa e mora em carro para aparecer na Globo

24 agosto 2011 - 10h51Por CG News
De loja em loja, no Centro de Campo Grande, os irmãos Diogo e Ricardo oferecem o CD “Imprevisível”. É mais uma dupla sertaneja com gravação independente e em busca do sucesso, mas que decidiu apelar.

Os dois dizem que venderam um imóvel em Guarulhos (SP), compraram um Fiat Doblô e hoje dormem dentro do carro.

Com a “casa” estacionada na rua 14 de Julho, “em uma vaga que está com o parquímetro quebrado”, eles dizem que já percorreram Minas Gerais, interior de São Paulo e agora investem em Mato Grosso do Sul. “Amanhã vamos para uma cidade que tem duas palavras”, diz Diogo, sem lembrar o nome.

A dupla saiu de Guarulhos em maio e garante que já vendeu 45% dos CDs que trouxe na bagagem. “A gente tem um sonho e vai realizar”, garante Ricardo.

As composições são próprias e falam do que todas as outras sertanejas falam, sobre paixão, dor de cotovelo, vida rural. “Mas a gente é diferente”, asseguram.

Em uma das lojas, eles são convidados a cantar. Contam até 4 e começam no ritmo sertanejo, com a 1ª e 2ª vozes.

A cliente que foi até a Calógeras para comprar sapatos elogia os irmãos. “Eles são bons”, mas não compra o CD de R$ 10,00, oferecido pela dupla.

Eles ouviram falar que com R$ 200 mil podem comprar espaço para lançar o trabalho no Domingão do Faustão e decidiram suar pelo dinheiro. “A gente vai pagar porque entende que eles têm custos, né. Televisão custa muito caro”, justifica Diogo.

O mais velho tem 25 anos e o caçula 22. Já tocaram em festas em Londrina (PR) e dizem ser amigos de duplas como Marcos e Belutti.

Com rosto de guri, Ricardo já é casado, apesar de ser o mais novo. Questionado sobre o atual ídolo teen, Luan Santana, ele faz um ar de desdém e diz que o trabalho dos irmãos não busca nenhuma semelhança.

Sobre o cuidado com a carreira, os dois dizem que trabalham como profissionais. Sobre o visual, por exemplo, citam que “quando um sai de xadrez, ou outro vai de roupa lisa”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LAGUNA CARAPÃ
Caminhão que seguia para Campo grande com mais de seis toneladas de maconha foi apreendido pelo DOF
PROPINA DIFERENTE
Traficante Minotauro usou canetas de US$ 900 para pagar propina a agentes paraguaios, afirma MPF
ECONOMIA
Seis milhões de pessoas pediram empréstimo na pandemia, diz IBGE
CORONAVÍRUS
Falta de leitos de UTI coloca em risco população de Dourados, diz secretário