Menu
Busca segunda, 25 de janeiro de 2021

Em dourados, corretores de seguros pedem imposto menor

14 junho 2012 - 07h47Por Correio do Estado
Corretores de seguros que atuam em Dourados deram início a uma campanha pela redução da alíquota do Imposto Sobre Serviços (ISS), um tributo municipal, pedindo que seja aplicada um valor de 2% sobre as operações de corretagem. Eles querem um “imposto justo” como ocorre hoje na maioria dos municípios do Estado. Em Dourados, esses profissionais recolhem 5% em ISS.

Uma das primeiras medidas dos representantes do Sindicato dos Corretores de Seguros de Mato Grosso do Sul (Sincor-MS) em sua campanha de redução da alíquota, foi procurar a Câmara de Vereadores para pedir apoio político em busca de uma negociação com o prefeito Murilo Zauith.

“Queremos contar com a força política da Câmara para negociar com a Prefeitura a redução deste percentual”, disse o presidente do Sincor, Pedro Bonacina, ao presidente do Legislativo, Idenor Machado. Para o delegado regional em Dourados Aparecido Oliveira de Brito, a redução de 5% para 2%, além de “fazer justiça” irá contribuir para evitar sonegação do imposto.

Machado explicou que para atender aos corretores é preciso alterar o Código Tributário Municipal e se comprometeu articular nesse sentido junto à secretaria de Fazenda. Segundo a representação do Sincor em Dourados, existem hoje no município 29 empresas de seguros, o que equivale a uma empresa para cada sete mil moradores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Ainda sem aprovação do Orçamento 2021, governo deve controlar gastos
SAÚDE
Estados brasileiros começam a receber vacina de Oxford
SAÚDE
Número de casos de Covid-19 continua alto na maioria das cidades do Estado
NOTÍCIAS
Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições para obras inéditas