Menu
Busca sábado, 05 de dezembro de 2020

Em MS, projetos qualificam empresas para melhorar atendimento a turistas

Em MS, projetos qualificam empresas para melhorar atendimento a turistas

18 outubro 2011 - 12h01Por G1
O Brasil está a poucos anos de sediar grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo em 2014 e as Olimpíadas em 2016. Mesmo não sediando essas competições, Mato Grosso do Sul está de olho no grande fluxo de turistas que o país deve receber. Dois projetos de atendimento ao turista já começam a funcionar no estado.

Uma das propostas é qualificar todos os envolvidos nas viagens intermunicipais. Fazer uma boa viagem dentro do estado, seja a trabalho ou a passeio, depende de várias pessoas: bilheteiros, atendentes, motorista, auxiliar de bagagem. A Fundação de Turismo do estado já mapeou Corumbá e Bonito, dois dos destinos mais procurados.

Outro projeto é o "Parada Legal", que qualifica 45 empreendimentos, entre bares e restaurantes à beira das estradas, até maio de 2012. São cursos personalizados sobre cortesia, nutrição e limpeza visando os eventos internacionais. "Entramos na fase de qualificação e acreditamos que começa até o fim do ano", afirma a presidente da Fundação de Turismo, Nilde Brum.

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) também desenvolve um programa de eficiência. O "Viagem Feliz" foi apresentado para integrantes de empresas de transporte coletivo e turismo. As empresas já começaram a receber treinamentos específicos sobre como atender bem o passageiro, atualização turística, postura profissional, ética, entre outros quesitos.

A diretora de recursos humanos de uma empresa de ônibus interestadual, Sônia Cotrim, quer transformar os mais de 100 motoristas e cobradores em multiplicadores de informações. "Nosso objetivo é qualificar cada vez mais nossos colaboradores", diz.

A Agepan pretende ainda fazer uma fiscalização para saber se o cliente está satisfeito. O potencial turístico do estado pode ser muito bem explorado, ainda mais quando a qualidade começa na recepção. "Nossa preocupação é o bom atendimento ao turista, buscando transformar essas regiões em pontos de atratividade", diz Roberto Hashioka, diretor-presidente da agência de regulação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Médico do Inca alerta para sintomas de câncer do colo do útero
CAMPO GRANDE
Mulher é morta a facadas após discussão com ex marido que está foragido em MS
A vítima foi morta com 19 golpes de faca que atingiram as regiões do ombro, tórax e braço
SEGURANÇA PÚBLICA
Apreensões de drogas batem recorde em Mato Grosso do Sul e ultrapassam 707 toneladas em 2020
POLÍCIA
Brasileiro e filha de 9 anos morreram em atentado na fronteira
Ele foi preso durante investigações do assassinato de Wescley em 2018