Menu
Busca domingo, 24 de janeiro de 2021

Empresário pode acompanhar consumo de energia diariamente

23 maio 2012 - 10h54Por Assessoria Enersul
A novidade é fruto de um novo sistema de telemedição que permite uma empresa saber, dia a dia, a quantidade de energia elétrica que está sendo consumida em todo o processo de produção e, em qualquer data do mês, calcular o volume que já foi utilizado. A disposição dessa inovação é mais uma ferramenta de gestão para o empresário fazer o planejamento dos investimentos necessários para os resultados de seu negócio.

Essa tecnologia de informação sobre o consumo diário de energia está sendo demonstrada no estande da Enersul durante a Feira Industrial. Ela consiste na utilização de medidores de uma geração inteligente que coletam e encaminham, à distância, os dados da unidade consumidora para uma central de análise da Concessionária que, por sua vez, instantaneamente gera um relatório e disponibiliza essa base de informações ao cliente por meio da rede mundial de computadores. Isso possibilita que um empresário de Mato Grosso do Sul, por xemplo, que estiver em viagem ao exterior, conheça de lá, com precisão, o consumo que a indústria dele teve naquele dia.

O novo sistema é gratuito e destinado, por enquanto, às unidades industriais, classificadas na categoria horossazonal, que são empresas que concentram a produção fora do horário de ponta, ou seja, que evitam o consumo de energia entre às 17h30 e 20h30. Para ter acesso às informações sobre essa nova tecnologia, os empresários vão ter à disposição o atendimento de gestores de grandes clientes no estande da Enersul, durante os dias 22 a 25 deste mês, na Expo MS, que está sendo realizada no pavilhão de exposição Albano Franco, em Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas
PONTA PORÃ
Após tentativa de homicídio, Polícia Militar apreende submetralhadora 9mm
SAÚDE
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
REGIÃO
PMA autua dois em R$ 3 mil por abandonar cachorro em estrada