Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020

Estado gastará mais de R$ 14 mil/mês com alimentação de presos em três municípios

Estado gastará mais de R$ 14 mil/mês com alimentação de presos em três municípios

09 janeiro 2012 - 14h54Por MS Já
O Diário Oficial do Estado de hoje (9), demonstra que o governo deva gastar durante todo o ano de 2012, R$ 169,2 mil em alimentação de presos que estão sob custódia da Polícia Civil nos municípios de Itaquiraí, Glória de Dourados e Aparecida do Taboado.

Para a cadeia pública de Itaquiraí, a empresa Geraldo Arseli – ME, receberá no ano, R$ 68,4 mil, o equivalente à R$ 5,7 mil ao mês, ou R$ 190 diariamente. Já no município de Glória de Dourados, a empresa contratada para alimentar os detentos é a Fagner Poderozo Vaz. O valor a ser pago pelos 12 meses é de R$ 21,6 mil e a Miguel Pavelaki Bernardi –ME prestará o mesmo serviço por R$ 79,2 mil em Aparecida do Taboado.

No Diário Oficial, não é descrito a quantidade que cada local receberá de alimentos diariamente, mas o gasto total significa uma quantia gasta de pouco mais de R$ 14 mil mensais nas três instituições.

Em relação à quantidade diária, o valor atinge aproximadamente R$ 469. Comparando com o preço médio de uma refeição à R$ 8, daria para comprar quase 59 marmitas diariamente para os detidos nas cadeias públicas desses locais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Falta de consenso adia instalação da Comissão de Orçamento
NOTÍCIAS
Oficina que deixou carro ao relento é condenada por danos materiais
EDUCAÇÃO
MEC publica edital para 50 mil vagas remanescentes do Fies
LEGISLATIVO
Matéria dispõe sobre o destino dos celulares e tablets apreendidos nas prisões