Menu
Busca quinta, 28 de janeiro de 2021

Estoque de machos para 2013 em MS deve manter mercado estável

22 agosto 2012 - 16h40
Divulgação (TP)

O volume de animais machos disponíveis para abate em 2013 deve manter o mercado da pecuária equilibrado em Mato Grosso do Sul. Mesmo com queda de 15,5% no estoque nos últimos três anos, a perspectiva é de estabilidade de preços, que podem variar apenas em função da demanda de mercado interno e externo. De 3,8 milhões de machos abatidos em 2009, o Estado deve chegar a 3,1 milhões de cabeças prontas para o abate em 2013.




Os dados fazem parte de estudo elaborado pela Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) que aponta o uso de tecnologia na pecuária como garantia de resultados expressivos. O abate dos animais na faixa etária entre 24 a 36 meses teve crescimento de 12% nesse semestre, atingindo 463,2 mil machos enquanto o primeiro semestre de 2011 registrou abate de 416 mil. Em relação aos animais machos acima de 36 meses houve redução de 4%, de 599,7 mil cabeças de janeiro a junho de 2011 para 575,2 mil cabeças no mesmo período de 2012. “O Estado está abatendo mais precocemente seus animais e Isso mostra que estamos avançando em produtividade”, analisa a economista.




Em relação a mercado, a boa oferta de machos isoladamente não garante altos preços para o setor. “O que vai impactar nos preços é a demanda. É o mercado interno e externo que vai determinar a rentabilidade da pecuária”, diz Adriana Mascarenhas, economista e assessora técnica da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul). O estudo elaborado pela instituição traz perspectivas a curto prazo. “Nosso objetivo é mostrar o cenário para que produtores, governos e empresários possam antecipar o planejamento de sua gestão”, afirma Adriana.




A metodologia utilizada no estudo feito em Mato Grosso do Sul é baseado no modelo desenvolvido pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA). O estudo está disponível para consulta e download no site da Famasul pelo endereço eletrônico http://famasul.com.br/downloads/a59/arquivo.pdf



Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Equipe da OMS inicia investigação sobre origem do novo coronavírus
GERAL
Novas metas para telecomunicações são publicadas no Diário Oficial
IMUNIZAÇÃO
Mato Grosso do Sul começa vacinar idosos acima de 80 anos contra Covid-19 a partir desta sexta-feira
SAÚDE
Com avanço contínuo da pandemia, MS se aproxima dos 160 mil casos confirmados da doença