Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020

Fábio Assunção repudia piada de Rafinha Bastos a seu respeito

12 outubro 2011 - 23h51Por MSN
Rafinha Bastos acaba de ganhar mais um inimigo. Após fazer uma piada com Fábio Assunção em um de seus shows no interior de São Paulo, onde disse que a operadora de telefonia Nextel oferece serviços a prostitutas e traficantes e que “não é à toa que tem Fábio Assunção como garoto-propaganda”, o ator resolveu se manifestar sobre o assunto e comentou a declaração do humorista em sua página no Facebook.

“Eu repudio, de todas as maneiras e em nenhum caso, qualquer manifestação que provoque constrangimento a qualquer pessoa, seja o motivo que for. Imagino o desconforto do público tendo que engolir um alimento tão estragado e enjoativo, levado a acreditar que isso é bacana. O que é perecível passa, não resiste ao tempo. E é um desafio de gente grande, de grandes artistas, não preterir a inteligência... e o bom gosto quando os risos estão sendo conquistados com tão pouco, com migalhas, por um público com a crítica ainda em formação", escreveu Fábio.

E ele continuou: "Isso para mim traz à discussão que existem tarefas muito mais grandiosas para um artista brasileiro hoje, além de fazer sua própria arte. Há um público a ser conquistado, carentes de humor, que merece outro approach, consideração e encaminhamento”, postou Assunção.

A situação de Rafinha não está nada boa. Além deste novo caso com Assunção, o humorista teria pedido demissão da Band após ser cortado da bancada do programa "CQC". A alta cúpula da emissora decidiu por isso quando a piada de Rafinha com a cantora Wanessa - ele disse que "comeria ela e o bebê" que ela espera - ganhou uma repercussão absurda. Agora, a Band corre o risco até de perder o "CQC" de sua grade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR 267
Polícia Militar intercepta e apreende duas caminhonetes que seriam utilizadas pelo crime organizado na região de fronteira
ECONOMIA
Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro
PONTA PORÃ
Polícia Civil prende mulher que forjou o sequestro do próprio neto
JUSTIÇA
Réus condenados no Tribunal do Júri têm recurso negado