Menu
Busca segunda, 18 de janeiro de 2021

Famasul empossa nova diretoria nesta sexta-feira

09 agosto 2012 - 15h35
Divulgação (TP)

Política agrícola acessível, infraestrutura e logística compatível com o tamanho e a capacidade produtiva do País, desoneração tributária e segurança jurídica. A defesa dessas, que são algumas das principais demandas do setor produtivo, é a proposição da nova diretoria que assume nesta sexta-feira (10) a presidência da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul).

O produtor rural Eduardo Riedel assume oficialmente como presidente da entidade, cargo que ocupava interinamente desde que Ademar Silva Junior se licenciou para atuar na vice-presidência de Finanças da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Riedel, que é presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/MS, também representa a Confederação desde janeiro deste ano, quando assumiu como vice-presidente diretor na segunda gestão da senadora Kátia Abreu.

Ao avaliar os desafios da agropecuária, Riedel analisa positivamente o momento do setor, que com sua dinâmica é referência de sucesso no mundo inteiro. Atualmente, o agronegócio representa 23% do PIB nacional, responde por quase 40% das exportações e gera 27% dos empregos no País. “O desenvolvimento do setor se deve à persistência e dedicação dos produtores e a fatores como a fartura de recursos naturais do País e ao investimento em pesquisa. A Embrapa tem papel fundamental nesse progresso”, enfatiza.

Eduardo Corrêa Riedel é graduado em Ciências Biológicas pela UFRJ e fez mestrado em Zootecnia na Universidade Estadual Paulista (UNESP). Em 1999 ingressou na liderança do setor rural como diretor do Sindicato Rural de Maracaju, assumindo a presidência deste sindicato em 2002. Em 2006, foi eleito vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), assumindo a posição de presidente interino em janeiro de 2010. Em 14 de junho deste ano, foi eleito presidente da Federação, respondendo pela atuação da entidade em 75 órgãos de representação, em âmbito estadual e nacional.

Como vice-presidente da Famasul assume o ex-dirigente do Sindicato Rural de Bonito, Nilton Pickler. O presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, Ruy Fachini, será o diretor secretário e a diretoria financeira será administrada pelo presidente da AprosojaMS, Almir Dalpasquale. A nova diretoria obteve 100% dos votos na eleição realizada em junho.

A Famasul é uma das 27 entidades sindicais que integra a CNA e representa os produtores do Estado por meio de 69 sindicatos rurais. Foi constituída em 29 de outubro de 1977 e obteve registro sindical, pelo Ministério do Trabalho, em 22 de fevereiro de 1979. O primeiro presidente empossado foi Sylvio Mendes Amado, que atuou na gestão de 1979 a 1982. Depois de Amado, instituição foi presidida respectivamente por Otair Hildebrando Ávila, Eduardo Machado Metello, José Armando Amado, Leôncio de Souza Brito Filho e Ademar Silva Junior.

A cerimônia de posse acontece a partir das 19h30 e terá presença de representantes dos sindicatos rurais e das principais lideranças do setor agro do Estado. O evento será realizado no Grand´Mere Burffet.


Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pazuello: embarque de vacinas da Índia deve ter solução esta semana
POLÍCIA
Veículos com cigarros e agrotóxicos contrabandeados do Paraguai foram apreendidos pelo DOF
CORONAVÍRUS
Vacina chega a Mato Grosso do Sul e distribuição aos municípios começa ainda hoje
ECONOMIA
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras