Menu
Busca segunda, 01 de março de 2021

Globo dificulta antecipação de cotas e deixa clubes com menos dinheiro para contratações

02 janeiro 2012 - 11h38Por G1
A Globo mudou sua política de antecipação de cotas do contrato do Brasileirão. A alteração deixou alguns dos principais clubes brasileiros com menos fôlego financeiro ainda. Os dirigentes foram avisados de que a emissora estipulou um teto de R$ 100 milhões por ano em antecipações. E que essa cota referente a 2012 já foi atingida.

O que interessa é o valor da soma dos pedidos. Assim, mesmo que um clube não tenha feito antecipações, sua solicitação será negada, pois a grana disponível já foi usada. Além disso, avanços no contrato de 2013 não estão autorizados.

Um dos atingidos pela nova medida é o Palmeiras, que recentemente consultou a Globo sobre antecipação e ouviu um não.

Antes, os times usavam o Clube dos 13 para conseguir empréstimos bancários. Davam como garantia as cotas de TV. O banco antecipava os valores das parcelas e o C13 repassava diretamente a eles o dinheiro. Com a entidade fora do acordo com a emissora, a Globo colocou no contrato que o pagamento tem que ser feito diretamente aos clubes, a menos que ela autorize por escrito. O problema é que a autorização esbarra no teto de R$ 100 milhões, que não está determinado no contrato. É uma ordem da cúpula da emissora.

O novo procedimento é um dos obstáculos que os cartolas enfrentaram para pagar em dia o décimo terceiro salário dos jogadores. A contratação de reforços também foi prejudicada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Anvisa alerta para uso do nome da agência em golpes de estelionato
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de 0,07% nesta segunda-feira
CAMPO GRANDE
Jovem é preso pela Polícia Civil com drogas sintéticas
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
SAD publica cronograma do ciclo de Avaliação de Desempenho Individual 2021