Menu
Busca quinta, 01 de outubro de 2020

Iagro realiza "agulha oficial" contra aftosa em municípios de fronteira

Iagro realiza "agulha oficial" contra aftosa em municípios de fronteira

21 outubro 2011 - 16h10
NoticiasMS

Equipes da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) iniciaram esta semana os trabalhos de imunização contra febre aftosa de todo rebanho de bovídeos em aldeias, assentamentos e periferias dos municípios de linha de fronteira, região considerada de risco. Neste caso a vacinação acontece com “agulha oficial”, procedimento em que a vacina é doada e a aplicação realizada por técnicos da própria Agência Estadual.

Também ao longo da fronteira, em propriedades consideradas de risco, a Iagro deve realizar a vacinação antecipada e acompanhada. Excluindo os casos excepcionais, o pecuarista deverá seguir o calendário de vacinação: 01 a 30 de novembro nas Regiões do Planalto e Zona de Fronteira (antiga ZAV). Já no Pantanal - optantes desta etapa - o calendário é de 01 de novembro a 15 de dezembro.

O procedimento adotado pelo Governo do Estado se baseia em Instrução Normativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que liberou os Estados para iniciarem o procedimento em áreas consideradas de risco. “É praxe a defesa sanitária estadual realizar esse trabalho de agulha oficial e vacinação acompanhada do rebanho nas aldeias, assentamentos e periferias, o qual também adotamos nas propriedades de risco na linha de fronteira”, explica a diretora presidente da Iagro, Maria Cristina Carrijo.

Cerca de 50 técnicos da Iagro estão acompanhando os procedimentos a campo na região de fronteira. Os produtores destas áreas que considerarem ser necessária a antecipação devem solicitar requerimento no escritório local da Iagro de seu município. “Não sendo (área de risco), a data de vacinação continua a mesma. Já os que solicitarem antecipação, o pedido vai passar por uma análise do órgão”, explica Cristina, ressaltando que serão levadas em conta as áreas de risco.

A antecipação, excepcionalmente, poderá ainda ocorrer em outras regiões do Estado, contudo, desde que requerido e fundamentado por escrito junto à Iagro e autorizada pela Unidade Veterinária Local. Caso o pedido seja deferido, a Unidade Local de controle da ficha sanitária da propriedade – ou outra, desde que tenha anuência da primeira - irá emitir a "Autorização para Compra de Vacinas" para o produtor assim realizar a vacinação do rebanho.

Confira o Calendário

Região do Planalto: 01 a 30 de novembro - vacinação do rebanho bovino e bubalino, de mamando a caducando

Região da zona de Fronteira (antiga ZAV): 01 a 30 de novembro - vacinação de todo o rebanho bovino e bubalino, de mamando a caducando

Região do Pantanal (optantes etapa novembro): 01 de novembro a 15 de dezembro - vacinação de todo o rebanho bovino e bubalino, de mamando a caducando. Em todas as regiões o produtor tem ainda o prazo de 15 dias após o término da campanha para realizar a declaração da vacinação.

Em continuidade aos trabalhos de harmonização de cadastro de rebanhos entre a Iagro e a Secretaria de Fazenda (Sefaz) - iniciado na etapa de maio - os produtores pantaneiros, após a efetiva vacinação dos animais das propriedades da região do Pantanal (optantes pela etapa de novembro), devem preencher a Declaração de Estoque Efetivo de Animais Bovinos e Bubalinos nos termos do Decreto n° 13.150, de 14 de abril de 2011.

Da mesma forma a Iagro alerta os produtores que por motivo da enchente ainda não vacinaram seus rebanhos que deverão fazê-lo nos mesmos prazos estabelecidos para os optantes de novembro.

Para preencher a declaração o produtor deverá acessar na internet o endereço www.fazenda.ms.gov.br e imprimir duas vias, assinar, reconhecer firma e entregar juntamente com o comprovante de vacinação (CT-13) em qualquer Agência Fazendária (Agenfa).

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 67 3901-2717 (Iagro), 3318-3600 (Sefaz) ou 0800-6476713 (Disk Ajuda).

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pesquisa comprova que covid-19 é também doença vascular
ECONOMIA
Criação de empregos em agosto atinge melhor nível em nove anos
SERVIDOR
Governo deposita salários de servidores nesta quinta-feira
SAÚDE
Covid-19: Anvisa reduz exigências para análise de registro de vacinas