Menu
Busca domingo, 09 de agosto de 2020

Título Interno

18 agosto 2011 - 08h21
Agência Brasil


A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) foi de 0,20%, em agosto deste ano, taxa superior à observada em julho, que havia sido de -0,12%. Em 12 meses, o IGP-10 acumula inflação de 8,31%. Já a taxa acumulada no ano é de 3,37%.

A alta de agosto foi provocada pelos subíndices de Preços ao Produtor Amplo (IPA) e de Preços ao Consumidor (IPC). O IPA registrou inflação de 0,26% em agosto, ante uma deflação (queda de preços) de 0,21% no mês anterior. Entre os produtos que mais contribuíram para esse movimento do IPA estão os alimentos processados, que tiveram alta de preços de 2,40%.

O IPC, apesar de registrar deflação de 0,03% em agosto, também teve um índice mais alto do que o de julho, já que naquele mês a queda de preços havia sido mais acentuada (-0,13%). Contribuíram para isso os setores de transportes, que passaram de uma deflação de 0,54% em julho para uma inflação de 0,14% em agosto, e de alimentos, que passaram de uma deflação de 0,88% para uma de 0,57%.

Na contramão, o subíndice de Custo da Construção (INCC) sofreu redução ao registrar uma taxa de inflação de 0,31% em agosto – no mês anterior, a taxa foi de 0,48%. O IGP-10 foi medido entre os dias 11 de julho e 10 de agosto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Mulher foragida da Justiça acaba presa em Aparecida do Taboado
SAÚDE
Transporte em tempos de coronavírus é tema do Caminhos da Reportagem
ESPORTES
Max Verstappen estraga festa da Mercedes e vence GP dos 70 anos da F1
GERAL
Missa no Rio homenageia os mais de 100 mil mortos por covid-19