Menu
Busca sexta, 27 de novembro de 2020

Incêndio destrói estrutura de prédio que seria usado para jogatina

Incêndio destrói estrutura de prédio que seria usado para jogatina

06 novembro 2011 - 22h01Por Midiamax
Um incêndio, na madrugada de domingo, no bairro Chácara Cachoeira,destruiu a estrutura interna e móveis de um empreendimento comercial registrado oficialmente com o nome de Restaurante Bigslick. Porém, há informações que, na verdade, o local seria inaugurado em uma semana e serviria como casa para jogos de pôquer, inclusive a tradução para português do nome do estabelecimento é Grande Astúcia.

Segundo registro policial, Rodrigo Albaneze de Barros, 36 anos, se apresentou como dono do empreendimento que ele classificou como sendo um clube social, mas que juridicamente falando possui registro de restaurante. O empresário relatou que toda estrutura para inauguração do local já estava pronta e agora existe a possibilidade de o prédio ser demolido por conta dos danos provocados pelo fogo.

Nesta segunda-feira, 7, com horário ainda a ser definido, será feita uma nova perícia estrutural para avaliar a possibilidade ou não de demolição. Somente a parte da cozinha, que funciona na parte dos fundos do prédio não foi atingida pelas chamas.

O prejuízo calculado até agora chega a aproximadamente R$ 350 mil e embora a pompa, o local não possuía seguro.

Existe suspeita de que o incêndio foi criminoso, já que a cerca elétrica foi cortada, a caixa registradora de energia elétrica desligada e a perícia de criminalística encontrou no local uma caixa de fósforo e ainda resquício de combustível, que seria provavelmente gasolina. Quem teria ateado o fogo se machucou no local porque os investigadores encontraram manchas de sangue e foi coletada amostra para um futuro exame de DNA, caso algum suspeito seja preso.


Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Dono de gleba tem direito a reinstalação de porteira para acesso à propriedade
FATALIDADE
Mulher morre queimada após casa pegar fogo em MS
De acordo com a polícia, vítima estava sozinha dentro de casa, em Coronel Sapucaia. Corpo ficou completamente carbonizado e foi levado para o IML de Ponta Porã
ECONOMIA
Empresas e pessoas físicas pagam juros mais altos em outubro, diz BC
SAÚDE
Fiocruz: aumento de casos e óbitos de covid-19 deve servir de alerta