Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020

Intelectuais lançam manifesto para defender PCdoB da "histeria macarthista"

Intelectuais lançam manifesto para defender PCdoB da "histeria macarthista"

26 outubro 2011 - 17h30
Uol

Um grupo de 120 intelectuais lançou nessa terça-feira (25) um manifesto em solidariedade ao PCdoB, partido do ministro do Esporte, Orlando Silva, que pode deixar o cargo após notícias de corrupção na pasta.

Na avaliação deles, o partido vem sendo alvo de uma “onda histeria macartista”, movida por forças reacionárias da sociedade, entre elas a imprensa conservadora. O macartismo foi um movimento iniciado pelo senador Joseph McCarthy em 1951, nos Estados Unidos, durante a Guerra Fria, para perseguir comunistas, inclusive em outros países.

Assinam o abaixo-assinado políticos, professores acadêmicos, artistas e jornalistas, entre eles o deputado Aldo Rebelo --cotado para assumir o lugar de Silva--, o economista e ex-presidente do Palmeiras Luiz Gonzaga Beluzzo e o presidente do Ipea (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas), Marcio Pochmann.

Veja abaixo o texto:

Os que assinam esta nota vêm a público denunciar a onda de histeria macarthista deflagrada nos últimos dias contra o Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

Alimentada por preconceitos antidemocráticos, que pensávamos já superados na vida política nacional, essa sórdida campanha visa a atingir todos os que lutam com dignidade e coragem pelo desenvolvimento do Brasil e pela justiça social.

Nos solidarizamos com o PCdoB, destacando sua longa história de luta e dedicação à defesa da democracia, da soberania nacional, do socialismo e dos trabalhadores. Essa trajetória é marcada pelos compromissos com a lisura e com a causa pública.

Reafirmamos que, numa ordem democrática, a leviandade da acusação sem provas e sem direito de defesa constitui grave violação do Estado de Direito.

São Paulo, 25 de outubro de 2011

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
MS sofre resultado das aglomerações de 7 de setembro e registra 652 novos casos
MS
Governo do Estado forma 206 novos sargentos da Polícia Militar
EDUCAÇÃO
Enem: estudantes têm até 1º de outubro para inserir foto no cadastro
PANDEMIA
Coronavírus continua avançando em MS, com mais de 1,2 mil óbitos registrados