Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020

Jovem que defendeu mendigo recebeu 63 pinos de titânio no rosto

06 fevereiro 2012 - 10h29Por Folha Online
O jovem Vítor Suarez Cunha, 21, vítima de agressão na madrugada da última quinta-feira (2) ao defender um mendigo, passou por uma complexa cirurgia para reconstrução da face neste domingo. Ele recebeu 63 pinos de titânio, 8 placas e uma tela para consolidar as fraturas provocadas por socos e chutes.

O rapaz está no CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Hospital Santa Maria Madalena, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio de Janeiro. A cirurgia durou quatro horas e foi realizada pelos médicos Leonardo Peral e Silvério Paiva. Ambos são especialistas em traumatologia bucomaxilofacial.

Segundo Peral, o jovem passa bem e não deve ficar com sequelas graves. Só ficou no CTI, diz, porque a movimentação da família era muito grande e ele precisava repousar. O jovem deve ficar no hospital até terça-feira, quando está prevista a alta.

O médico disse que Vítor teve fraturas "complexas" nas regiões da testa, do nariz e do maxilar. É possível que ele fique com a movimentação do olho comprometida, já que sofreu uma fratura na área do globo ocular. Mas só após duas semanas, diz, é que será possível avaliar se haverá tal sequela, após os edemas e hematomas desaparecerem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID
Relator no STF conclui voto a favor de que governo apresente em 30 dias plano de vacinação
LUTO NA TV
Morre aos 69 anos o jornalista Fernando Vanucci
JUSTIÇA
Concessionária de rodovia tem direito a ser ressarcida de estragos causados por motorista
ECONOMIA
Especialistas alertam sobre saques em cartões de crédito consignados