Menu
Busca domingo, 09 de agosto de 2020

Juíz determina fiança de R$ 3 mil para atriz pôrno e marido sairem da prisão

24 agosto 2011 - 12h10Por Fonte: Matéria
Juíz determina fiança de R$ 3 mil para atriz pôrno e marido sairem da prisão


O juiz da 4ª Vara Criminal de Campo Grande, Wilson Leite Corrêa, ajuizou no fim da tarde de hoje em R$ 3 mil a fiança a ser paga pela atriz de filmes pornôs Juliana Assis Novaes Cardoso, 28 anos, e o marido, Erick Feliciano Batista, 33 anos. Com o pagamento do valor será concedida a liberdade provisória do casal. A informação foi confirmada pelo advogado dos dois, Abdalla Maksoud Neto.

A dupla foi presa no último dia 15, em flagrante, sob acusação de crimes de receptação e carro roubado, adulteração de sinal identificador de veículo, falsidade ideológica e uso de documento falso.

“A família já está tentando levantar o dinheiro, e assim que for paga a fiança, será emitida a soltura”, explicou Maksoud.

Anteriormente o MPE (Ministério Público Estadual) já havia emitido parecer favorável a liberdade provisória da atriz pornô e o marido.

A atriz, cujo nome artístico é Júlia Fontanelli, foi presa junto com o marido após uma investigação de uma semana. Júlia Fontanelli é conhecida no meio pornô e já rodou mais de 200 filmes. Segundo as informações fornecidas no dia da prisão pelo delegado Cláudio Silva, da Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos), o casal, residente em São Paulo (SP), tem diversas passagens pela Polícia pelos mesmos crimes.

A Polícia investiga a ligação de Erick com a facção criminosa PCC e também suspeita de participação em assaltos a bancos.

Juliana e Erick foram presos em um Spacefox com placas frias, numeração de chassi adulterada, que havia sido roubado em Natal, no Rio Grande do Norte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano
ASSASSINATO
Ex-lutador de MMA é assassinado a tiros ao lado da esposa, na fronteira de MS com o Paraguai
OPORTUNIDADES
JBS oferece mais de 600 vagas em Dourados e mais cinco cidades 08 agosto 2020 - 19h40Por Da Redação
SAÚDE
Rio de Janeiro confirma 178 mil casos e 14 mil mortes da covid-19