Menu
Busca sábado, 05 de dezembro de 2020

Juiz manda arquivar inquérito sobre morte de PM por policial federal

16 novembro 2011 - 23h32Por CONESUL NEWS
A Justiça mandou arquivar a investigação sobre a morte do policial militar Sandro Álvares Morel atingido pelo policial federal Leonardo de Lima Pacheco, em 8 de maio deste ano, após uma ação mal plamejada envolvendo uma guarda municipal.

O arquivamento foi justificado após depoimentos de testemunhas, do agente da PF, do outro policial militar envolvido e provas periciais indicam que Leonardo Pacheco agiu em legítima defesa e Sandro com imperícia.

“... conclui-se que o acervo probatório é uniforme e seguro no sentido de que o investigado reagiu a uma injusta agressão, pois estava em sua residência quando teve sua residência invadida por um Policial Militar que não se identificou de forma suficiente, e que de posse de uma arma de fogo iniciou agressão física contra aquele, consistente em tentar agarrá-lo pelo colarinho de sua camisa e determinar que se deitasse no chão, sendo contudo confundido tal Policial Militar com um bandido, o que desencadeou contra esta pessoa, a reação do Policial Federal Leonardo de Lima Pacheco, o qual disparou várias vezes com o intuito de defender-se”, consta no despacho judicial.

Com a decisão, a Justiça confirma que foi Leonardo quem matou Sandro, considera que ele fez os disparos porque não tinha outra opção e o livra de condenação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGURANÇA PÚBLICA
Apreensões de drogas batem recorde em Mato Grosso do Sul e ultrapassam 707 toneladas em 2020
POLÍCIA
Brasileiro e filha de 9 anos morreram em atentado na fronteira
Ele foi preso durante investigações do assassinato de Wescley em 2018
POLÍCIA
Bombeiros retomam buscas por menino de 8 anos que desapareceu em córrego
MEIO AMBIENTE
Governador Reinaldo Azambuja pleiteia FCO do Pantanal para recuperar prejuízos com queimadas