Menu
Busca sexta, 27 de novembro de 2020

Justiça Federal bloqueia bens de servidores do Incra em MS

18 dezembro 2011 - 08h54Por G1
A Justiça Federal determinou o bloqueio dos bens de servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Mato Grosso do Sul que estão sendo acusados pelo Ministério Público Federal (MPF) de superfaturar cestas básicas destinadas a famílias de assentamentos da reforma agrária de Mato Grosso do Sul.

O Incra teria adquirido cerca de 64 mil cestas básicas no ano passado, que seriam distribuídas em quatro etapas de 16 mil cestas, mas de acordo com a denúncia da promotoria, menos de 12 mil cestas básicas seriam necessárias.

Ainda segundo o MPF, outra irregularidade apontada foi a ausência de declaração de recebimento das cestas básicas, por parte dos assentados.

O G1 entrou em contato com a superintendência do Incra em Mato Grosso do Sul, que informou por meio da assessoria de imprensa que não tem nenhum posicionamento a fazer. Segundo o órgão, o caso ocorreu na gestão anterior e por isso não há nenhuma resposta a ser dada pelo atual gestor. A investigação corre em sigilo judicial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Dono de gleba tem direito a reinstalação de porteira para acesso à propriedade
FATALIDADE
Mulher morre queimada após casa pegar fogo em MS
De acordo com a polícia, vítima estava sozinha dentro de casa, em Coronel Sapucaia. Corpo ficou completamente carbonizado e foi levado para o IML de Ponta Porã
ECONOMIA
Empresas e pessoas físicas pagam juros mais altos em outubro, diz BC
SAÚDE
Fiocruz: aumento de casos e óbitos de covid-19 deve servir de alerta