Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020

Lei obriga escolas do MS a fixarem notas do Ideb na parede

Lei obriga escolas do MS a fixarem notas do Ideb na parede

20 novembro 2011 - 19h08Por CONESUL NEWS
As escolas estaduais de Mato Grosso do Sul estão obrigadas, a partir dA sexta-feira (18) passada, a divulgarem em um mural de fácil acesso para alunos, pais e funcionários, a nota do estabelecimento no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). MS obteve média de 4,6 nas séries iniciais no Ideb 2010, e foi o pior estado da região Centro-Oeste.

A lei, foi sancionada pelo governador André Puccinelli (PMDB) e segundo a norma, as escolas poderão divulgar a nota que obtiveram em folha de papel, com a nota alcançada pela unidade e a média estadual obtida.

Segundo o MEC (Ministério da Educação) as notas do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação) medem a qualidade do ensino básico no Brasil. No último resultado oficial, de 2010, com a nota de 4,6 nas séries iniciais, Mato Grosso do Sul ficou está atrás de Mato Grosso e Goiás, que têm índice de 4,9, e do Distrito Federal com 5,6.

Nacionalmente, o estado se manteve na média geral, que também foi de 4,6 para as séries iniciais, e ficou na 11ª colocação entre todas as unidades da federação. O melhor índice do Brasil das séries iniciais é de Minas Gerais e Distrito Federal com 5,6, já o pior estado é o Pará com 3,6.

Já nas séries finais que vão da 5ª até a 8ª série, o desempenho do estado é melhor e Mato Grosso do Sul ocupa a 7ª posição com um índice de 4,7. enquanto que a média nacional é de 4,0.

Segundo o MEC, o índice é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no no Censo Escolar (ou seja, com informações enviadas pelas escolas e redes), e médias de desempenho nas avaliações do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), o Saeb - para os Estados e o Distrito Federal, e a Prova Brasil - para os municípios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Ministro debate com entidades retorno das aulas presenciais
MAUS TRATOS
Estudante de 26 anos é autuada por maus tratos ao deixar cachorro sem água, sem alimentação e doente
ECONOMIA
Captação da poupança cai pela primeira vez desde janeiro
CAMPO GRANDE
Polícia Civil recupera celular produto de apropriação de coisa achada