Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020

Longa mostra condições de trabalho em frigoríficos

06 agosto 2011 - 12h04Por Assessoria
O documentário Carne Osso – O Trabalho em Frigoríficos, feito pela ONG Repórter Brasil, integra a programação da 39ª edição do Festival de Cinema de Gramado. Dirigido pelos jornalistas Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros, o longa-metragem foi realizado com apoio da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho, da Comissão Permanente de Investigação e Fiscalização das Condições de Trabalho no Mato Grosso do Sul e da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho.

Carne Osso propõe uma imersão na rotina de trabalho de mais de 750 mil trabalhadores brasileiros, que são expostos constantemente a facas, serras e outros instrumentos cortantes. O documentário também traz uma discussão ampla sobre os temas saúde e Direito do Trabalho, pois os empregados realizam movimentos repetitivos que podem gerar graves lesões e doenças e sofrem pressão psicológica para dar conta do alucinado ritmo de produção.

Segundo o procurador do Trabalho Heiler Natali, lotado em Londrina (PR) e coordenador nacional do Projeto de Atuação na Indústria Frigorífica, perícias indicam que 20% dos trabalhadores dessas empresas adoecem em razão das condições de trabalho. Estima-se também que 80% sentem ou sentiram dores em decorrência do trabalho realizado. “A condição de trabalho dos empregados do setor de frigoríficos é absolutamente desconhecida para a maioria das pessoas, inclusive operadores do Direito”, afirmou o procurador.

O longa-metragem, de 65 minutos, foi selecionado para importantes festivais de cinema da América Latina, como o brasileiro “É Tudo Verdade” e o chileno “FIDOCS”. Também foi exibido na mostra francesa “Brésil en Mouvements” e ganhou o prêmio do público de melhor documentário no 15º Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM).

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Justiça Federal manda soltar acusados de invadir celular de Moro
ECONOMIA
Antecipação do INSS poderá ser pedida sem limitação de distância
ECONOMIA
Déficit primário do Governo Central atinge R$ 96,1 bilhões em agosto
NOTÍCIAS
1ª Câmara Cível considera regular a devolução de bem à revendedora