Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020

Longa mostra condições de trabalho em frigoríficos

06 agosto 2011 - 12h04Por Assessoria
O documentário Carne Osso – O Trabalho em Frigoríficos, feito pela ONG Repórter Brasil, integra a programação da 39ª edição do Festival de Cinema de Gramado. Dirigido pelos jornalistas Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros, o longa-metragem foi realizado com apoio da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho, da Comissão Permanente de Investigação e Fiscalização das Condições de Trabalho no Mato Grosso do Sul e da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho.

Carne Osso propõe uma imersão na rotina de trabalho de mais de 750 mil trabalhadores brasileiros, que são expostos constantemente a facas, serras e outros instrumentos cortantes. O documentário também traz uma discussão ampla sobre os temas saúde e Direito do Trabalho, pois os empregados realizam movimentos repetitivos que podem gerar graves lesões e doenças e sofrem pressão psicológica para dar conta do alucinado ritmo de produção.

Segundo o procurador do Trabalho Heiler Natali, lotado em Londrina (PR) e coordenador nacional do Projeto de Atuação na Indústria Frigorífica, perícias indicam que 20% dos trabalhadores dessas empresas adoecem em razão das condições de trabalho. Estima-se também que 80% sentem ou sentiram dores em decorrência do trabalho realizado. “A condição de trabalho dos empregados do setor de frigoríficos é absolutamente desconhecida para a maioria das pessoas, inclusive operadores do Direito”, afirmou o procurador.

O longa-metragem, de 65 minutos, foi selecionado para importantes festivais de cinema da América Latina, como o brasileiro “É Tudo Verdade” e o chileno “FIDOCS”. Também foi exibido na mostra francesa “Brésil en Mouvements” e ganhou o prêmio do público de melhor documentário no 15º Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM).

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Veículos carregados com produtos ilegais foram apreendidos pelo DOF durante a Operação Hórus
INTERNACIONAL
OMS: transmissão de vírus pelo ar pode se dar em procedimento médico
CRIME AMBIENTAL
Empresa de cerâmica é autuada em R$ 5 mil por extração ilegal de argila, interdita local de exploração e apreende retroescavadeira
PONTA PORÃ
Veículo com mais de 270 quilos de maconha foi apreendido pelo DOF durante a Operação Hórus