Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020

Mais de R$ 100 milhões são sonegados em MS no ano de 2011

Mais de R$ 100 milhões são sonegados em MS no ano de 2011

09 novembro 2011 - 19h32Por CG News
Em 22 estados do país a Polícia Federal realiza operação que investiga casos de empresas sonegando impostos.

No Mato Grosso do Sul nesta quarta-feira (9) a Operação Nacional de Combate à Sonegação Fiscal – 2011 descobriu o prejuízo de R$ 300 milhões de impostos sonegados entre os anos de 2010 e 2011em oito cidades do estado.

A operação consiste em uma mobilização nacional envolvendo 22 Estados e o Distrito Federal, Ministérios Públicos, Secretarias de Fazenda e órgãos e instituições parceiras.

A promotora de Justiça do Gaeco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado), Jiskia Sandri Trentin, revela que no ano passado foi constatada uma sonegação de R$ 200 milhões. Porém, não foi possível oferecer a denúncia, pois foi preciso fazer as apurações, que chegaram à fase final, com ajuizamento de oito ações, totalizando R$ 100.706.770,65 em 2011.

Segundo a promotora, as ações são contra oito empresas dos ramos de alimento, bebida e construção. As empresas estão instaladas em duas em Campo Grande, duas na cidade de Itaporã, uma em Paranaíba, Bataguassu, Amambaí e Ponta Porã. Estas empresas deixaram de registrar a entrada ou saída das mercadorias, não repassando os valores aos cofres públicos.

O delegado da Receita Federal, Flávio de Barros Cunha, revela que nos meses de agosto, setembro e outubro a Receita ingressou 500 representações por crimes de contrabando, quando a mercadoria não pode ser comercializada no País, e descaminho, quando a comercialização é permitida, mas não se recolhe os impostos.

A campanha iniciada nesta manhã conta com panfletagem educativa e fiscalização em estabelecimentos comerciais e postos fiscais e tem o objetivo de combater a sonegação de tributos que deveriam ter sido recolhidos aos cofres públicos e revertidos em proveito da sociedade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha em alta nesta quarta após forte queda na terça
SAÚDE
Anvisa define requisitos para pedido de uso emergencial de vacina da Covid-19
Um dos critérios é que a vacina precisa estar em estudos clínicos de fase 3 - última etapa de testes - no Brasil
MAIS UMA CONDENAÇÃO
Chefe do tráfico na fronteira, Galã é condenado a 8 anos de prisão por lavagem de dinheiro em MS
ECONOMIA
Venda de veículos automotores aumenta 0,45% de outubro para novembro