Menu
Busca sábado, 24 de agosto de 2019
SAÚDE

Mandetta libera R$ 167 milhões em recursos para a saúde em MS

22 julho 2019 - 17h30Por MidiaMax

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, está em Campo Grande nesta segunda-feira (22) e anunciou repasses para ampliar assistência à saúde em Mato Grosso do Sul. Segundo ele, serão R$ 167 milhões em recursos para a atenção básica e hospitais no estado.

Mandetta anunciou o repasse de R$ 16 milhões para a habilitação de hospitais no estado. Serão 13 municípios contemplados: Amambai, Anastácio, Aquidauana, Caarapó, Campo Grande, Chapadão, Costa Rica, Coxim, Dourados, Miranda, Ponta Porã e Três Lagoas.

O HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) também será contemplado, com R$ 13 milhões em recursos para reforma e ampliação. O hospital possui 352 leitos e, com o recurso, o atendimento em consultas e tratamentos para 45 especialidades médicas será ampliado.

O Ministério da Saúde ainda deve liberar R$ 30,1 milhões para reforçar o atendimento na atenção primária, com compra de equipamentos para serviços de saúde. Estes recursos serão divididos em 44 cidades de Mato Grosso do Sul. Outras 22 cidades devem receber R$ 18,5 milhões para investir na assistência à saúde.

Além destes R$ 167 milhões, o Ministério da Saúde também liberou R$ 9,5 milhões para o combate à dengue em Campo Grande. O prefeito da Capital, Marquinhos Trad (PSD), ainda citou a liberação de recursos de emendas parlamentares feitas pela ministra da Agricultura Tereza Cristina. “Temos pedido socorro para Campo Grande. O Mandetta conhece as dificuldades da recessão econômica. Digo a ele que tenha paciência com os prefeitos, não está sendo fácil”.

O secretário da SES (Secretaria de Estado de Saúde) Geraldo Resende, disse que a partir de agora, as prefeituras terão a chance de remanejar melhor os investimentos. “É o socorro que os municípios precisavam. Mais de 60 municípios saem daqui com recursos para custeio e habilitação”, comenta.

Só na manhã desta segunda-feira (22), foram assinados aqui termo de financiamento de habilitação de recursos para cidades, recursos para o combate à dengue, termo de transferência de recursos de emendas parlamentares de 2018 e de 2019. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) comentou que os recursos darão fôlego para investir na saúde em MS.

“Isso que fizemos hoje é trabalho conjunto, coisas que estavam há quatro anos paradas. Emendas de 2018 e deste ano, a gente libera recursos para projetos bons que dão resultado”, disse o Ministro da Saúde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Homem fura bloqueio e abandona carro com 100kg de maconha
ECONOMIA
MS bate recorde em abertura de empresas e tem melhor saldo de empregos em julho desde 2012
CRIME NO CAMPO
Homem é preso por abigeato e polícia recupera quase 50 bovinos furtados
POLÍCIA
Rapaz escapa do "tribunal do crime", mas acaba preso pela polícia após roubos