Menu
Busca segunda, 23 de novembro de 2020

Mato Grosso do Sul reduz índices de mortalidade focando na saúde da família

Mato Grosso do Sul reduz índices de mortalidade focando na saúde da família

03 fevereiro 2012 - 14h30
Correio do Estado

O sistema de saúde em Mato Grosso do Sul fechou o ano de 2011 com muitos desafios, mas teve avanços e inovações a comemorar.

A afirmação é da secretária de Estado da Saúde, Beatriz Dobashi ao fazer um balanço sobre a atuação da pasta em 2011.

"Com o financiamento tripartite que permitiu maior presença do Estado em financiar a Saúde, repassamos mais recursos para municípios.

Em 2010 foram R$ 70 milhões repassados para fazer ações de atenção basica, assistência farmacêutica, enfim.

Colhemos bons resultados em indicadores como na redução da mortalidade materna e infantil, maior acesso aos serviços de saúde, aos medicamentos, implantação de atendimento nos presidios, programas voltados para adolescente, para crianças, mulheres, e a política de atenção à saúde dos homens", enfatizou a secretária.

Entre os avanços ela destaca a organização das redes de atenção à saúde. "Nós conseguimos resolver cerca de 85% dos problemas neste nível de atenção no Estado.

A partir da atenção básica é preciso trabalhar na região e haver pacto na negociação entre municípios do Estado para que um serviço na região possa atender mais de uma cidade.

Esta organização de redes é nossa maior preocupação desde que assumimos em 2007", acrescenta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PGE
Adesão de advogados é imprescindível para sucesso do Acordo Direto em precatórios
BOLETIM COVID
De cada 100 testes de Covid em MS metade tem dado positivo
SAÚDE
Butantan anuncia que testes da CoronaVac chegaram à fase final
ECONOMIA
Guedes anuncia que vai para o "ataque" com privatizações e reformas