Menu
Busca sábado, 05 de dezembro de 2020

MEC reprova 14 Faculdades de Mato Grosso do Sul

MEC reprova 14 Faculdades de Mato Grosso do Sul

17 novembro 2011 - 20h08Por Midiamax
Mais de 680 instituições de ensino superior foram reprovadas pelo Ministério da Educação, segundo dados divulgados nesta quinta-feira no Diário Oficial da União, 14 delas são de Mato Grosso do Sul.

Conforme o Índice Geral de Cursos (IGC), publicado ontem (17), que considera a nota dos alunos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), infraestrutura e qualidade do corpo docente.

As notas variam de 1 a 5 e das 2.176 universidades, faculdades e centros universitários avaliadas, 683 foram consideradas insatisfatórias por obterem médias 1 e 2. Estas instituições serão supervisionadas pelo governo federal que poderá penalizá-las com medidas que vão desde o arquivamento de pedido de abertura de novos cursos até o descredenciamento. As medidas serão anunciadas pelo ministro da Educação, Fernando Haddad.

As instituições avaliadas com média 2 em Mato Grosso do Sul, foram as Faculdades: Anhanguera de Dourados e Ponta Porã, Administração de Chapadão do Sul, Administração de Fátima do Sul, Administração de Nova Andradina, Ciências Contábeis de Naviraí, Educação e Nova Andradina, Tecnologia de Nova Andradina, Vale do Aporé, Integradas de Cassilândia, Integradas de Naviraí, Integradas de Paranaíba-Fipar, Faculdade de Amambai, Faculdade de Pedagogia.

As 158 instituições avaliadas com médias entre 4 e 5 e que têm pedido de abertura de novos cursos em tramitação no MEC, poderão ter autorização automática de funcionamento.

Tiveram conceito 4 na avaliação, a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS e Fundação Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD.

Foram avaliadas com conceito 3: Universidade Católica Dom Bosco, Universidade Anhanguera-Uniderp, Centro Universitário da Grande Dourados, Faculdade de Ponta Porã, Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande, Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande, Faculdade de Ciências Contábeis de Ponta Porã, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – UEMS, Faculdades Integradas de Três Lagoas, Instituto de Ensino Superior da Funlec, Faculdade Salesiana de Santa Teresa, Faculdade de Ciências Contábeis de Nova Andradina – Facinan, Faculdade de Educação de Costa Rica, Faculdade de Administração de Nova Andradina – Fanova, Faculdade de Mato Grosso do Sul e Faculdade Campo Grande.

O Ministério da Educação deve anunciar nos próximos dias o descredenciamento de faculdades, que ficarão proibidas de receber novos alunos. Serão atingidas as instituições que, pela terceira vez seguida, tiraram nota menor do que três no Enade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGURANÇA PÚBLICA
Apreensões de drogas batem recorde em Mato Grosso do Sul e ultrapassam 707 toneladas em 2020
POLÍCIA
Brasileiro e filha de 9 anos morreram em atentado na fronteira
Ele foi preso durante investigações do assassinato de Wescley em 2018
POLÍCIA
Bombeiros retomam buscas por menino de 8 anos que desapareceu em córrego
MEIO AMBIENTE
Governador Reinaldo Azambuja pleiteia FCO do Pantanal para recuperar prejuízos com queimadas