Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020

Menino de 12 anos viaja mais de 40 horas na carroceria de caminhão

26 outubro 2011 - 20h32Por BOL
Um menino de 12 anos viajou mais de 40 horas escondido na carroceria de um caminhão carregado de mamão. Ele saiu de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia, e foi descoberto em Estiva, cidade do sul de Minas Gerais, que fica a 409 km de Belo Horizonte. O destino final do motorista era São Paulo (SP). O garoto percorreu mais de mil quilômetros sem beber água e se alimentando com a carga.

De acordo com o conselheiro tutelar, Jésus dos Santos Moreira, o garoto disse que fugiu de um abrigo depois de brigar com a irmã. Ele foi até um posto de gasolina em Teixeira de Freitas no último dia 18 e aproveitou que o motorista estava jantando para entrar no caminhão. A criança se escondeu em cima do estepe e, logo depois, conseguiu passar para a carroceria.

Na última quinta-feira (20), o motorista parou em um posto na cidade de Estiva e o garoto desceu do veículo. Funcionários do posto, então, perceberam a presença dele e o questionaram. Ao saber da história, chamaram a polícia, que encaminhou o garoto para o Conselho Tutelar da cidade.

De acordo com Moreira, o menino foi recolhido pelos conselheiros da cidade e ficou hospedado seis dias na casa dos servidores, já que na cidade não há abrigo. “O menino é inteligente, comunicativo, mexeu no computador, brincou com as crianças. Levamos ele para conhecer a cidade. Eu fiquei assustado como o garoto é ativo. Para ele, não havia problema. Ele não entendeu a dimensão da fuga e da viagem”, afirma.

O menino relatou ao Conselho Tutelar que tem apenas mãe, vivia no abrigo e, de vez em quando, passava dias na rua. O órgão tentou encontrar a responsável pelo garoto, sem sucesso. Segundo Moreira, nem mesmo o Conselho Tutelar de Teixeira de Freitas procurou pelo menor.

O juiz da comarca de Estiva expediu na terça-feira (25) uma reintegração para a cidade natal. O menino viajou de carro, acompanhando por uma conselheira, e será entregue à Vara da Infância de Juventude na Bahia. A autoridade judicial vai decidir o destino do garoto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Engenheiro brasileiro enfrenta desafios em missão simulada
DOURADOS
Guarda cumpre mandado e prende ‘Maldita’ durante festa na Cachoeirinha
ESPORTES
Jorge Jesus critica proibição de torcedores em estádios de Portugal
MS
Crianças tem sobrenome acrescentado de avô materno após decisão da Justiça em MS