Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020

Militar mata namorado de ex-mulher e é esfaqueado pelo filho

Militar mata namorado de ex-mulher e é esfaqueado pelo filho

15 agosto 2011 - 09h07Por G1
O filho do sargento suspeito de matar o namorado da ex-mulher na manhã de domingo (14), no Dia dos Pais, na cidade de Poxoréu, a 259 quilômetros de Cuiabá, é um dos suspeitos de esfaquear o próprio pai.

À Polícia Civil, o adolescente, de 13 anos, disse em depoimento, que após ver o pai atirar contra a o namorado da mãe, ele teria pego uma faca e desferido um golpe no ombro direito do pai. O adolescente disse ainda que só esfaqueou o pai porque pensou que ele iria matar a mãe dele. Depois do fato, o adolescente ficou sob a guarda do Conselho Tutelar da cidade para prestar depoimento à polícia. O garoto foi liberado e já está sob os cuidados da mãe.

A Polícia Militar de Poxoréu ressaltou que um outro homem pegou a faca das mãos do adolescente e desferiu um golpe no abdômen do sargento. O suspeito já foi identificado pela polícia, mas ainda não foi encontrado para prestar depoimento.

O boletim de ocorrência sobre o crime relata que o sargento invadiu a casa da mãe da vítima, por volta das 10h30. Na cozinha, ele encontrou o namorado da ex-mulher, um rapaz de 23 anos, e ali atirou em direção à cabeça do rapaz. Os familiares da vítima renderam o sargento e o algemaram, até a chegada da Polícia Militar.

O sargento foi encontrado caído no chão pelos policiais militares. Ele e o rapaz baleado foram encaminhados para o hospital São João Batista, em Poxoréu. O rapaz atingido pelo tiro morreu na unidade hospitalar. Já o estado de saúde do sargento se agravou e o militar acabou transferido para o hospital Regional em Rondonópolis.

O Conselho Tutelar da cidade informou que o casal já estava separado há meses e que, inclusive, o sargento já teria sido preso recentemente por violência doméstica.

O militar não admitia a separação e nem aceitava que a ex-mulher tivesse nenhum outro relacionamento. O sargento está preso em flagrante e segue monitorado por uma guarda de PMs na unidade hospitalar. Ele trabalha na guarda do Fórum do município de Primavera do Leste. O delegado Rafael Fossari, responsável pela investigação, informou, via assessoria de imprensa, que vai esclarecer alguns fatos sobre o caso, uma vez que o suspeito já está preso. O sargento deve responder na Justiça pelo crime de homicídio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Governo anuncia Renda Cidadã, com recursos de precatórios e do Fundeb
JUSTIÇA
Negado pedido de desaforamento por imparcialidade de jurados
ECONOMIA
Taxa média de juros para famílias cai, diz Banco Central
MS
Termina nesta quarta-feira prazo para quitação de licenciamento para placas final 9