Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020

Morte de índia é revoltante e macula mais o estado

Morte de índia é revoltante e macula mais o estado

24 agosto 2011 - 10h44Por Midiamax
O deputado federal Vander Loubet (PT) considerou “extremamente revoltante e lamentável” a morte da índia terena Lurdesvoni Pires, de 28 anos, na terça-feira (23), na Santa Casa de Campo Grande, onde estava internada desde o dia 4 de junho, depois que o ônibus em que estava foi atacado.

Para o deputado, esta é mais uma agressão que não pode ficar impune, a exemplo do que ocorreu com lideranças indígenas como Marçal de Souza Guarany e Marcos Verón, e contribuem para macular o estado. “Entendo que essa morte vem confirmar uma triste e inconcebível estatística: que Mato Grosso do Sul figura entre os estados onde acontecem mais casos de agressão aos povos indígenas”, comentou Vander.

“Nenhuma agressão deve ser admitida, sobretudo de forma tão covarde e desproporcional. Os governos federal e estadual têm que assumir totalmente, doa a quem doer, todas as responsabilidades na apuração deste crime”, enfatizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LAGUNA CARAPÃ
Caminhão que seguia para Campo grande com mais de seis toneladas de maconha foi apreendido pelo DOF
PROPINA DIFERENTE
Traficante Minotauro usou canetas de US$ 900 para pagar propina a agentes paraguaios, afirma MPF
ECONOMIA
Seis milhões de pessoas pediram empréstimo na pandemia, diz IBGE
CORONAVÍRUS
Falta de leitos de UTI coloca em risco população de Dourados, diz secretário