Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020

Neymar e Lucas completam 100 dias do ano na seleção e irritam Santos e São Paulo

14 setembro 2011 - 15h00
Neymar e Lucas completam 100 dias do ano na seleção e irritam Santos e São Paulo

Uol

Presentes em todas as convocações de Mano Menezes na temporada, e ainda com longa passagem pela seleção sub-20, Lucas e Neymar completam nesta quarta-feira, no amistoso contra a Argentina, em Córdoba, às 21h50 (de Brasília), 100 dias a serviço da seleção brasileira em 2011. O longo tempo deixa São Paulo e Santos desesperados, na ânsia de ver as exibições dos craques com a camisa amarela diminuirem consideravelmente.

Lucas e Neymar passaram até o momento quase 40% do ano na seleção brasileira, em uma maratona de viagens e disputando duas longas competições na temporada.

Logo no início do ano foram 44 dias em serviço da seleção sub-20. Os dois ainda foram os únicos atletas do time campeão Sul-Americano da categoria sempre convocados por Mano Menezes para a equipe principal.

A rotina com a seleção brasileira deixou Lucas ausente em 17 jogos no São Paulo na temporada e prejudicou ainda mais o relacionamento do clube com a CBF. Já Neymar perdeu 16 jogos pelo Santos e também fez os dirigentes compartilharem com a revolta do rival mesmo estando mais próximos à entidade.

“Isso é uma sacanagem que se faz com o Santos e o São Paulo. Podemos ver nossos melhores jogadores enfrentando uma maratona desumana, sendo vitimados por problemas musculares, e isso passando grande parte do ano na seleção. Não é possível ficar tanto tempo assim fora do clube”, reclamou o presidente santista, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro.

“O São Paulo é plenamente a favor de que seus jogadores sejam sempre convocados e nunca vai impedir que isso aconteça. Nós nos ressentimos pelos danos que a gente é obrigado a arcar pelo péssimo calendário que é coordenado pela CBF", afirmou o vice-presidente de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes.

DESEMPENHO DE SÂO PAULO E SANTOS COM OS JOGADORES NA SELEÇÃO

São Paulo sem Lucas Santos sem Neymar
Jogos 17 16
Vitórias 9 10
Empates 0 4
Derrotas 8 2
Aproveitamento 52,9% 70,8%
Desprotegidos, Neymar e Lucas também são constantemente assediados por empresários durante o período em que servem à seleção brasileira, outro motivo que irrita os dirigentes de Santos e São Paulo.

Apesar das reclamações, a presença dos dois jogadores na seleção só tende a aumentar. Daqui a duas semanas, eles devem voltar a jogar pelo Brasil em novo amistoso contra a Argentina. Ao fim do ano, Lucas e Neymar podem completar cerca de 130 dias a serviço da seleção.

“Olha que absurdo. Pagamos o preço por termos os melhores jogadores. Talvez seja melhor montar um time cheio de refugos de série C para não passar por esse problema”, criticou Luis Alvaro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Empresa de alarmes é condenada por vender produtos usados como novos
COMBATE
Bolsonaro veta isenção de impostos sobre produtos de enfrentamento a Covid
LEI
Grupo Amor Vida é declarado de Utilidade Pública Estadual
AGEPAN
Para ampliar suporte a custodiados indígenas, Agepen se reúne com representantes da Funai em MS