Menu
Busca segunda, 25 de janeiro de 2021

Ordem solicita à Justiça determinação para união entre homoafetivos

06 julho 2012 - 10h10Por OAB MS
A Comissão de Diversidade Sexual da OAB/MS (CDSE) enviará documento ao Tribunal de Justiça (TJ/MS) solicitando que a entidade defina como competência das Varas de Família a união de casais homoafetivos. O pedido é baseado em julgamentos recentes em outros Estados e deve ser protocolado na próxima semana. “Atualmente, muitos juízes das Varas de Família afirmam que não o caso não é de sua competência”, explica o secretário da CDSE, Rodrigo Beck Pereira.

“Um casal homoafetivo precisa ingressar com processo na Justiça Civil para conseguir a união estável. Com a medida, pretendemos que esse casal passe pelo mesmo procedimento que os heterossexuais, na própria vara de Família, sem necessidade de desgaste do processo, apenas apresentando as documentações necessárias”, disse o integrante da comissão.

O documento que será enviado ao TJ/MS foi aprovado durante a última reunião da comissão, na terça-feira (3/7), e ainda está em fase de elaboração. Durante o encontro, os integrantes da CDSE ainda deliberaram o envio de ofício aos coordenadores do Festival Mix de Cinema, para a divulgação do Estatuto da Diversidade Sexual, anteprojeto que necessita de 1,4 milhão de assinatura para ser enviada ao Congresso Nacional como de iniciativa popular.

“O festival tem como temática LGBT, por isso, queremos divulgar o site do abaixo assinado para que a população assine, conheça o estatuto e possa dar sugestões”, comentou Rodrigo. Para ver na íntegra o anteprojeto e assinar, basta acessar a página www.direitohomoafetivo.com.br.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Brasil tem quase 30 mil novos casos de hanseníase por ano
CONTRABANDO E CRIME AMBIENTAL
Goiano é autuado pela PMA e preso por Policiais Militares com agrotóxicos do Paraguai
JUSTIÇA
Estudante que ficou três anos sem diploma será indenizada
CASSILÂNDIA
Polícia Militar prende mulher por agredir marido