Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021

Para Zeca, PT foi incapaz de articular oposição e passou vergonha em Dourados

Para Zeca, PT foi incapaz de articular oposição e passou vergonha em Dourados

03 julho 2012 - 09h20Por Mídia Max
O ex-governador Zeca do PT classificou, nesta segunda-feira (2), como “bom” o desempenho do PT na largada rumo às eleições municipais deste ano. A avaliação só não é a mesma em Dourados. Para ele, no município, o partido foi incapaz de articular uma candidatura alternativa pela oposição e passou vergonha.

“Uma vergonha para o PT de Dourados fechar com o Murilo sem nem sequer ficar com a vice”, declarou Zeca, fazendo menção ao fato de, na reta final, o prefeito Murilo Zauith (PSB) ter tirado dos petistas a vaga na chapa majoritária para ceder ao PMDB, em troca do fim do projeto de romper a aliança e enfrentá-lo na corrida eleitoral.

“O PT foi incapaz de articular uma candidatura de oposição no segundo maior colégio eleitoral do Estado”, acrescentou o ex-governador. Sem adversário, Murilo caminha para a reeleição.

Presidente regional do PT, Marcus Garcia destacou que a decisão em Dourados também tem foco em 2014, quando o partido tentará retomar o comando do Governo do Estado, com o senador Delcídio do Amaral. “O Murilo me garantiu que o compromisso com o Delcídio para 2014 está mantido”, ressaltou.

Confirmado o projeto do PMDB de se manter no governo, o prefeito precisará marcar posição e decidir com quem ficará na sucessão estadual. De um lado, Delcídio seu mais recente parceiro político e, de outro o governador André Puccinelli (PMDB), de quem foi vice por quatro anos e ganhou apoio para desmontar o projeto de candidatura própria dos peemedebistas em Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford
EDUCAÇÃO
Enem 2020: confira hoje a correção das provas ao vivo
BRASIL
Mesmo com vacina, vitória sobre coronavírus passa por 'mudança de comportamento social'
Antônio Barra Torres deu declaração ao abrir reunião da Anvisa que analisa pedidos de uso emergencial de duas vacinas contra Covid-19
SAÚDE
Ocupação de leitos em UTI Covid continua alta nas cinco macrorregiões do Estado