Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021

Paralisação do Incra mantém 11,7 mil processos na gaveta em MS

24 agosto 2011 - 14h20
Paralisação do Incra mantém 11,7 mil processos na gaveta em MS

Conjuntura Online

Pelo menos 11,7 mil processos estão paralisados no escritório regional do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) de Mato Grosso do Sul, por conta da intervenção no órgão, que se estende desde o final de 2010 em função de denúncias envolvendo a distribuição de cestas básicas e a aquisição de terras para reforma agrária.


As ilegalidades teriam ocorrido na gestão de Waldir Cipriano Nascimento, que foi exonerado da superintendência do Incra em Campo Grande por suspeita de fraude. O rombo decorrente das irregularidades com as cestas básicas teria chegado a R$ 1,5 milhão só em 2010. Por isso, o Ministério Público Federal pediu ao Incra um recadastramento de todas as famílias no estado que recebem as cestas.


Os prejuízos decorrentes da falta de um gestor no Incra e consequente paralisação dos trabalhos no órgão voltaram a ser lembrados na sessão da manhã desta terça-feira da Assembleia Legislativa.


Parlamentares como o socialista Diogo Tita e o tucano Professor Rinaldo ironizaram a falta de operacionalidade do Incra, ao mesmo tempo em que atacaram a morosidade do governo federal em equacionar os problemas que afetam o órgão.


Eles lembraram dos prejuízos para os produtores rurais que a paralisação do órgão no Estado tem ocasionado, além de recordar que por conta da inércia do instituto, proprietários rurais têm sido vítimas de abusos constantes por parte de membros do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra).


Os parlamentares também assinalaram que a presidente Dilma Rousseff precisa agir rápido para evitar que se instale o caos no campo em MS, em decorrência dos distúrbios constantes que veem envolvendo agricultores e sem-terra que insistem em invadir propriedades produtivas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Saúde diz que distribuiu vacina para 100% dos idosos em asilos
EDUCAÇÃO
Governo de MS decide pela retomada das atividades da REE de forma remota
ECONOMIA
Nova linha de crédito da Caixa tem juros atrelados à poupança
SAÚDE
Insumos para 12 milhões de doses de vacina devem chegar ao Brasil