Menu
Busca sábado, 28 de novembro de 2020

Pesquisa do Procon aponta variação de 71% entre produtos típicos de Natal

07 novembro 2011 - 22h42Por CG News
O Procon realizou a primeira pesquisa de produtos natalinos deste ano. Entre os 229 itens pesquisados, a maior variação foi da Castanha do Pará, com diferença de 71% de um supermercado para outro.

Os itens pesquisados foram panetones, vinhos, perus, frutas secas, castanhas e nozes em supermercados varejistas e de atacado.

A castanha que apresentou maior variação foi encontrada por R$ 3,14 e também por R$ 5,39. Na sequência de diferenças aparecem bebidas, o vinho, por exemplo, chega a variar 66,3%.

A coleta de preços mostrou que o panetone de doce de leite pode variar até 44,2%, já o peru Temperado Sadia teve uma variação de 20%.

O que chamou a atenção do órgão foi que em nenhum dos estabelecimentos onde a pesquisa foi realizada apresentou todos os itens pesquisados e nenhum foi unânime na economia, o que indica ao consumidor que as compras podem esperar mais um pouquinho.

“Consideramos que ainda vale a pena esperar um pouco mais, de forma a tencionar os estoques das empresas, forçando assim uma queda nos preços e por conseqüência freando a inflação”, explicou o superintendente do Procon Lamartine Ribeiro.

A pesquisa também apontou elevação de preços, comparado ao Natal de 2010, houve um aumento de 14%. “Na média de todos os itens observamos que o Natal 2011 está mais salgado do que em 2010”, ressalta Lamartine Ribeiro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CULTURA
Blues e Rock embalam as lives do Som da Concha deste fim de semana
BOLSA FAMÍLIA
Beneficiários do programa receberão em poupança digital
REGIÃO
Pescador é autuado em R$ 1,5 mil por pescar durante a piracema
SAÚDE
Vacina contra Covid-19 não deve ser oferecida para toda população em 2021, diz Ministério da Saúde
Coordenadora do Programa Nacional de Imunizações explicou que alguns grupos não estão participando dos testes. Secretário-executivo do Ministério da Saúde citou também as limitações mundiais de produção