Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020

Pessoas muito preocupadas podem impactar o relacionamento

Pessoas muito preocupadas podem impactar o relacionamento

02 agosto 2011 - 21h09Por Assessoria
Difícil é negar quem nunca se preocupou com algo que o estava afligindo. Afinal, na vida todos passam por momentos de “nervos à flor da pele”, seja pelo vestibular, dificuldade financeira, problemas de saúde, entre outras coisas. Entretanto, essa preocupação pode chegar a níveis obsessivos e até interferir na vida pessoal, ameaçando os relacionamentos sociais.

As pessoas que sofrem com preocupação podem sofrer com o Transtorno de Ansiedade Generalizada. A explicação é de Amy Przeworski, da Universidade Case Western, nos Estados Unidos, e o assunto virou tema de pesquisa com indivíduos já em tratamento.

De acordo com dados, pessoas com essa ansiedade generalizada geralmente colocam seus relacionamentos sociais, como a família, amigos ou colegas de trabalho, no topo da sua lista de preocupações. Porém, o que preocupa especialistas são os métodos que usados para lidar com as preocupações.

Um dos exemplos de preocupação extrema é o indivíduo ligar a cada cinco minutos para os filhos ou marido para saber o que está acontecendo. Outro indício de preocupação é criticar os comportamentos que ela acredita serem descuidados ou imprudentes.

“É importante destacar que a ansiedade é uma reação normal a todos os indivíduos, porém é preciso observar quando ela se manifesta de forma excessiva, atrapalhando os relacionamentos interpessoais e comprometendo a qualidade de vida”, explica a psicóloga Denise Marcon.

A tutora salienta ainda que é importante procurar tratamento adequado. “Unindo psicoterapia com medicamentos é sempre o melhor caminho para lidar com o problema”, finaliza Marcon.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Pandemia mostrou que o Judiciário pode mudar, diz ministra
MAUS-TRATOS AO ANIMAL
Polícia Militar Ambiental de Aquidauana autua em R$ 3 mil infrator preso por Policiais Militares por matar cachorro alheio a pauladas
ECONOMIA
Déficit primário do Governo Central atinge R$76,16 bilhões em setembro
SEMANA DO SERVIDOR
Por meio virtual, Escolagov entrega XV Prêmio na Gestão Pública