Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021

PF prende quatro pessoas, apreende carros, dinheiro e cheques em MS

PF prende quatro pessoas, apreende carros, dinheiro e cheques em MS

20 setembro 2011 - 19h38Por PF
Durante a “Operação Limite”, realizada na manhã de ontem (20), a Polícia Federal conseguiu desarticular uma quadrilha interestadual de tráfico de drogas. A PF cumpriu seis mandados de prisão e sete mandados de busca e apreensão em Mato Grosso do Sul e no Paraná. Quatro mandados foram cumpridos em Amambaí (MS), um em Campo Mourão (PR) e outro em Naviraí (MS).

Foram detidos o integrante da quadrilha, conhecido por “Deca”, de 43 anos; o “Canário”, de 45 anos e também “Bigode”, de 31 anos. A esposa de “Deca”, de 37 anos, também teve sua prisão preventiva decretada, pois os policiais encontraram indícios de seu envolvimento por associação ao tráfico.

O nome da ação representa o limite em que o principal suspeito vivia, pois os outros integrantes da quadrilha eram constantemente flagrados, mas o líder conseguia escapar.

Investigações

A quadrilha estava sob investigação há cerca de seis meses. Durante o período, outros sete integrantes da organização foram presos em flagrante transportando drogas para São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul, totalizando quase três toneladas de entorpecentes apreendidos.

Hoje foram apreendidos mais cinco carros - um veículo de passeio, um jipe, duas picapes, um veículo esportivo importado -, uma moto, um revólver calibre 38 municiado, R$ 4 mil em espécie e cheques que somam mais de R$ 5 mil.

Participaram da ação, a Delegacia da Polícia Federal em Ponta Porã, em Maringá e em Naviraí, o Ministério Público Estadual em Amambaí e a Polícia Civil do Estado do Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Meteorologia prevê quinta-feira com chuva para todo Estado
SAÚDE
Covid-19: Saúde avança em negociações com laboratórios para vacinas
Senado aprova MP que autoriza crédito de R$ 2,5 bi para Covax Facility
DIREITOS HUMANOS
Instalada comissão para acompanhar chamamento público do Conselho Estadual da Criança e Adolescente