Menu
Busca quarta, 27 de janeiro de 2021

PMA começa hoje Operação Dia do Trabalhador

26 abril 2012 - 19h15Por CONESUL NEWS
A Polícia Militar Ambiental deflagra hoje (27) a partir das 12h com um efetivo de 300 policiais, a Operação Dia do Trabalhador, que prossegue até 8h de quarta-feira (2).

Diferentemente dos anos anteriores, em que o dia 1º ocorreu respectivamente em um domingo e em um sábado, este ano, o dia do trabalho será na terça-feira, caracterizando um feriado prolongado, fator que contribui com o aumento do número de turistas praticando pesca nos rios de Mato Grosso do Sul.

Além da pesca predatória, as 25 subunidades da Polícia Militar Ambiental no Estado estarão intensificando a fiscalização em suas respectivas áreas. Serão desenvolvidas barreiras e combate ao desmatamento, exploração ilegal de madeira, caça, carvoarias irregulares e outras crimes ambientais, com visitas às propriedades rurais.

Cinco equipes da sede de Campo Grande estarão itinerantes, em fiscalização em área não definida, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais, como ocorreu durante a operação semana santa.

O efetivo da sede (Campo Grande) também estará reforçando as cidades do interior banhadas por rios piscosos, como Coxim, Corumbá e Miranda, Três Lagoas, Sonora e Aquidauana. Atenção especial será dada ao rio Aquidauana, tendo em vista ser um rio bastante piscoso, com várias cidades lindeiras, com tradição de pesca desportiva e profissional, bem como a existência de vários hotéis pesqueiros e de ranchos de lazer. Este foi o rio em que houve mais autuações durante a operação Semana Santa realizada no mês passado.

Na operação dia do trabalhador do ano de 2009, que foi o ano em que houve feriado prolongado, foram 23 pessoas autuadas e a PMA aplicou R$ 35,2 mil em multas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: OMS aponta presença da variante de Manaus em oito países
POLÍTICA
Governo federal diz que não se envolve em compras privadas de vacina
ECONOMIA
Bolsonaro apela para que caminhoneiros não façam greve
NAVIRAÍ
Mulher é presa pela Polícia Civil por receptação