Menu
Busca terça, 19 de janeiro de 2021

Polícia em MS prende babá suspeita de estuprar meninas de 3 e 5 anos

Polícia em MS prende babá suspeita de estuprar meninas de 3 e 5 anos

16 maio 2012 - 16h00
G1


Uma babá de 25 anos foi presa na terça-feira (15), em São Gabriel do Oeste, a 133 km de Campo Grande, suspeita de estuprar duas irmãs de 3 e 5 anos. Segundo o delegado Gustavo Adolpho Bianchi Ferraris, após oito meses de investigações, as denúncias foram comprovadas e um mandado de prisão preventiva foi cumprido ontem.

Segundo Ferraris, as investigações começaram em setembro de 2011, quando a mãe das meninas relatou o caso à polícia. A mulher disse que, um dia após dar banho nas crianças e deixar as duas em uma cama, teria surpreendido as meninas praticando sexo oral. Em conversa com as duas, ela descobriu que a babá teria praticado sexo oral e ensinado as crianças. A babá foi afastada do trabalho pela mãe das crianças.

Após as denúncias, as duas meninas passaram por exames clínicos e acompanhamento psicológico. Os laudos comprovaram que as duas meninas teriam sofrido a violência. Os médicos atestaram que a menina de três anos tinha uma lesão no órgão genital. A irmã contou à polícia que a babá havia ensinado práticas sexuais.

De acordo com o delegado, a babá foi indiciada pelo crime de estupro de vulnerável, por ter praticado atos libidinosos com menores de 14 anos, e por corrupção de menores, por ter ensinado as práticas sexuais, crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A mulher prestou depoimento e negou as acusações. O inquérito deve ser concluído essa semana e a denúncia será encaminhada ao Ministério Público Estadual (MPE).

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pazuello: embarque de vacinas da Índia deve ter solução esta semana
POLÍCIA
Veículos com cigarros e agrotóxicos contrabandeados do Paraguai foram apreendidos pelo DOF
CORONAVÍRUS
Vacina chega a Mato Grosso do Sul e distribuição aos municípios começa ainda hoje
ECONOMIA
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras