Menu
Busca sexta, 22 de janeiro de 2021

População teme a volta do 'Maníaco da Cruz' em Rio Brilhante

29 setembro 2011 - 15h30
População teme a volta do 'Maníaco da Cruz' em Rio Brilhante

Correio do Estado

Apesar da mãe do Maníaco da Cruz ter se mudado de Rio Brilhante, moradores da cidade estão temerosos com a possibilidade de o jovem, responsável por três assassinatos, ser colocado em liberdade nos próximos dias. Ele está apreendido da Unidade Educacional de Internação (Unei) de Ponta Porã e pode voltar a morar na localidade. Muitos ainda temem a revolta da população com relação ao retorno do assassino em série e, principalmente, a ira dos amigos e familiares das vítimas mortas em 2008.

“Tenho receio sim porque esse cara era bandido e não sei se recuperou, mas acredito que não. Acho que sua volta vai causar revolta principalmente nas famílias das vítimas. A cidade era pacata até então, mas depois disso mudou tudo”, garantiu um comerciante de 42 anos. Uma vendedora, de 27 anos, disse que viu o maníaco algumas vezes na região comercial da cidade, mas revelou que se voltasse a vê-lo não chegaria nem perto dele. Uma outra vendedora, de 25 anos, disse que o assassino em série já deixou bem claro que não se arrepende e que voltará a matar. “Ele é um psicopata”, resumiu.

“Tem uns 15 dias que a gente só fala nisso. Antes eu saía sexta, sábado e domingo para ir em festas e na praça, mas agora já avisei aos meus amigos que não vou sair mais de casa”, garantiu uma atendente de 23 anos. A jovem disse que todos em Rio Brilhante estão com medo, mas acredita que se ele voltar os moradores farão uma verdadeira “caça ao maníaco”. A atendente comentou ainda que se preocupa porque mora sozinha e também porque soube que o autor ameaçou matar a própria mãe e tia. “Todo mundo só fala disso e eu mesma estou apavorada”, garantiu.

“Ele não deveria ser solto nunca. Não sou a favor de matar ninguém, mas alguém deveria matá-lo na porta da Unei. Ele não matou pessoas inocentes porque eram impuras? Então porque não começou matando a mãe dele que teve três ou quatro maridos?”, questionou uma empresária de 28 anos, garantindo que exceto a mãe do maníaco, ninguém mais quer que ele volte para as ruas.

“Os moradores irão se revoltar se ele voltar porque se a Justiça não faz por ela, o ser humano faz por si próprio”, comentou, revelando que as pessoas só levam uma vida normal porque a ameaça está presa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Com ampliação de leitos de UTI's no Estado, Saúde divulga novo mapa hospitalar
MS
Menos Brasília, mais Brasil: para planejamento da Senasp passa por demandas da segurança pública
SAÚDE
Distribuição de vacinas da AstraZeneca deve começar neste sábado
ELEIÇÕES 2020
TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020