Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020

Preço da gasolina não vai subir, diz Lobão

12 fevereiro 2012 - 09h07Por Estadão
O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse ao Grupo Estado que a redução no lucro da Petrobras não aponta para o aumento no preço dos combustíveis, como já reivindicou, em várias ocasiões, o presidente da estatal, José Sergio Gabrielli, que deixa o cargo na próxima segunda-feira. 'A presidente Dilma Rousseff prefere que não haja inflação a ter balanços fantásticos', disse o ministro.

Lobão deu razão às queixas e reivindicações de Gabrielli, mas defendeu a posição do governo. 'O presidente da República tem de defender o interesse nacional, e não o localizado, de uma empresa. Cada um, no seu papel', disse.

No quarto trimestre do ano passado, a Petrobras registrou um lucro líquido de R$ 5,05 bilhões, praticamente metade do resultado apurado nos últimos três meses de 2010. O dado acabou provocando uma forte queda no valor das ações da estatal ontem na Bolsa de Valores. 'O governo prefere olhar o resultado global do ano, a esse parcial', afirmou Lobão. O lucro da empresa no ano passado atingiu R$ 33,3 bilhões, uma queda de 5% em relação ao apurado em 2010.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Média de mortes por covid-19 no Brasil cai 10,35% em uma semana
GERAL
Engenheiro brasileiro enfrenta desafios em missão simulada
DOURADOS
Guarda cumpre mandado e prende ‘Maldita’ durante festa na Cachoeirinha
ESPORTES
Jorge Jesus critica proibição de torcedores em estádios de Portugal