Menu
Busca sexta, 27 de novembro de 2020

Preço da gasolina pode atingir R$ 3,53 em 2020

22 setembro 2011 - 17h10
Preço da gasolina pode atingir R$ 3,53 em 2020

Agência Estado

Em 2020, o preço médio da gasolina no Brasil poderá chegar a R$ 3,53 por litro, alta de 41% em relação ao que é cobrado atualmente. Por sua vez, o etanol continuará com as oscilações de preço, podendo variar de R$ 1,37 a R$ 2,03 por litro, o que representa desde uma queda de 13% a um aumento de 29%, em relação a seu valor atual.


Segundo o estudo “Brasil Sustentável Perspectivas dos mercados de petróleo, etanol e gás”, desenvolvido pela Ernst & Young Terco, em parceria com a FGV Projetos, até o final desta década, os preços do petróleo e do etanol devem subir 18,7% e 7%, respectivamente.


De acordo com o estudo, durante esta década, o cenário global de combustíveis será marcado por uma demanda crescente, movimentos incipientes e insuficientes de substituição e eficiência energética, fatores que farão com que o preço do petróleo passe a subir a partir de 2011. Para o consumidor, o repasse dos reflexos dessa realidade dependerá da disposição política em transmiti-los.


Combustível


De acordo com a sócia para o setor de petróleo e gás da Ernst & Young Terco, Elizabeth Ramos, o levantamento revela que o fato de a Petrobras exercer controle sobre os preços da gasolina e do etanol praticados diretamente ao consumidor faz com que o Brasil esteja em condição privilegiada em relação ao resto do mundo, no que diz respeito ao impacto do setor de combustível sobre o desempenho do PIB (Produto Interno Bruto) nacional e no controle de preços.


Com o passar dos anos, o consumidor passará a perceber a alta dos combustíveis no Brasil, pois o estudo aponta que o País terá de passar por uma transição de regime, que faça com que os preços brasileiros acompanhem o mercado internacional.


A expansão do consumo de combustíveis deve ocorrer principalmente nos países emergentes. Segundo o estudo, o Brasil terá um aumento de 29% na demanda, passando a representar 4% do consumo mundial ao final de 2020. Além disso, o estudo alerta que o País será responsável por 5% da produção mundial, tornando-se um exportador de petróleo.


Etanol


Apesar de o etanol ser uma alternativa para substituir os combustíveis derivados de petróleo, o estudo revela que a estrutura produtiva mundial ainda não está preparada para atender ao crescimento da demanda.


Em 2020, o Brasil e os Estados Unidos, juntos, deterão 90% da produção mundial do combustível, período em que o consumo de etanol crescerá 148%, alcançando 177,7 bilhões de litros por ano.


Segundo o levantamento, no Brasil, o consumidor é mais impactado pelas variações de preços da gasolina do que do etanol. Por isso, o estudo afirma que, apesar de a produção de etanol ser sazonal e sujeita a eventos agrícolas e à sua própria interação com o açúcar, as oscilações de preço poderão ser temporárias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Vizinha vai defender amiga de ex e acaba presa ao espancá-lo com pauladas
Homem foi ferido com 15 pauladas na cabeça e levado em estado grave para o hospital
POLÍCIA
Veículo que seguia para Dourados com mais de 300 Kg de maconha foi apreendido pelo DOF
NOTÍCIAS
Nota MS Premiada será sorteada no sábado pelo dezenas da Mega
CAMPO GRANDE
Após anunciar produtos furtados no Facebook quatro suspeitos são presos pela Polícia Civil