Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020

Produção brasileira de grãos deve cair 2,8% este ano

10 janeiro 2012 - 17h46Por EPTV
A produção nacional de grãos da safra 2011/12 deve chegar a 158,4 milhões de toneladas, uma redução de 2,8% em relação à safra anterior, de acordo com levantamento feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O milho e a soja são responsáveis por 83% desse total.

A pesquisa atribuiu a queda à estiagem, principalmente no Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

Por outro lado, a estimativa aponta que a safra mineira de grão será recorde, com um crescimento de 2,4% em relação a 2011, ano de melhor produtividade no Estado até então. Em 2012, espera-se colher 10,9 milhões de toneladas.

“Ainda é cedo para informar se as chuvas de janeiro irão interferir nesta estimativa de produção. Até agora não houve perdas significativas nas principais regiões produtoras de grãos no Estado”, afirma o superintendente de Política e Economia da Secretaria de Agricultura de Minas Gerais, João Ricardo Albanez.

A produção de milho é o carro-chefe da safra mineira, com uma colheita que deve atingir 6,8 milhões de toneladas, 4,7% a mais que em 2011. Já a produção de soja deverá ser de 2,9 milhões de toneladas, quase a mesma quantidade que no ano passado.

Exportação nacional

Os produtos do complexo soja – grão, farelo e óleo – estão entre os principais responsáveis pelo recorde brasileiro nas exportações do agronegócio em 2011. O maior comprador foi a China, que contribuiu com US$ 10,96 bilhões. Esse valor representa 45,4% do total das vendas externas do setor, que foi de US$ 24,14 bilhões.

As exportações do complexo soja no ano passado cresceram 41% em relação a 2010, quando as vendas alcançaram US$ 17,1 bilhões. O crescimento se deu principalmente em função do preço médio dos produtos, que aumentou 27,4. A quantidade exportada cresceu 10,8% na comparação com o ano anterior.

A União Europeia se manteve como maior mercado de destino das exportações brasileiras do agronegócio em 2011. Em seguida encontra-se a China, cujo valor exportado de janeiro a dezembro pelo Brasil chega a ser 50% superior ao registrado em 2010, de US$ 11 bilhões para US$ 16,5 bilhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
BRIGA
Por conta de dívida, homem e mulher brigam no meio da rua e arremessam um contra o outro blocos de concretos e garrafas
GERAL
Pedidos de educação indígena aumentaram 500%, afirma Funai
POLÍTICA
Campanha das eleições municipais começa neste domingo