Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020

Produção de veículos montados no país cresce 4,3% no ano

04 agosto 2011 - 10h37Por Folha
A produção de veículos montados no Brasil cresceu 4,3% no acumulado dos sete primeiros meses deste ano (2,018 milhão de unidades) ante o mesmo período em 2010, segundo os dados divulgados nesta quinta-feira pela Anfavea (associação das montadoras).

Considerando apenas julho (307,2 mil), houve avanço de 3,9% ante junho e de 5,7% no comparativo com igual intervalo no ano passado.

A entidade passou a divulgar, a partir de maio, dados apenas de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões montados, pois o critério de unidades desmontadas não era uniforme entre as empresas que repassam as informações.

Já as exportações de veículos montados somaram 46,5 mil em julho, com aumento de 27,2% em relação ao mês anterior e de 20,1% no confronto anual. No acumulado (296,4 mil), houve um incremento bem menor (5,3%).

O número de empregados nas montadoras somou 124.428 trabalhadores ao final do mês passado, superando o patamar contabilizado em junho (123.816).

Levando em conta também os funcionários em fabricantes de máquinas agrícolas, a indústria empregava 143.655 pessoas, também acima dos 142.709 registrados no mês anterior.

EMPLACAMENTOS

As vendas de veículos novos bateram mais um recorde no acumulado do ano, com o emplacamento de 2,043 milhões de unidades. Essa quantidade representa uma expansão de 8,6% sobre igual período em 2010, que detinha a melhor marca até então.

Considerando apenas julho, foram licenciados 306,2 mil automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões, com o resultado também atingindo uma nova marca para o mês. O número aponta quase estabilidade ante junho (0,6%) e sobre o mesmo intervalo no ano passado (1,3%).

O Brasil fechou o semestre na quinta posição no ranking mundial de venda de carros, de acordo com a lista da Jato Dynamics, liderada pela China. Em seguida aparecem Estados Unidos, Japão e Alemanha.

Ontem o governo anunciou que vai reduzir a alíquota de IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) para as montadoras instaladas no Brasil até julho de 2016 no intuito de estimular a competitividade e um maior número de componentes nacionais nos veículos. O percentual, no entanto, ainda será anunciado por meio de decreto. Em nota, o Ministério da Fazenda informou que o incentivo tributário "será com base em critérios ainda não definidos que estão sendo discutidos entre o governo e o setor".

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Juizado de Trânsito realiza mais de 600 atendimentos durante a pandemia
IVINHEMA
Empresa de pulverização de agrotóxico é autuada em R$ 10 mil por descumprimento de embargo
SAÚDE
Mato Grosso do Sul tem 107 mortes por coronavírus e 9.388 confirmados
CIDADES
Índices de roubos e furtos em MS continuam em queda durante isolamento social