Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020

Título Interno

18 agosto 2011 - 08h48
Redação - Divulgação

Uma noite memorável, cujos protagonistas são pessoas de diversas profissões, pensamentos e ideologias. A noite de autógrafos do livro “O Outro Lado da Janela”, do Professor Roberto Ribeiro de Andrade, realizada no Centro Internacional de Convenções, foi marcada pelo reencontro de pessoas que participaram ativamente da luta por vários benefícios para a comunidade de Ponta Porã.

O autor, emocionado, agradeceu pela oportunidade de lançar o livro através de um evento promovido pela Academia Pontaporanense de Letras, entidade em que ele foi um dos fundadores e o primeiro presidente: “Hoje é uma data muito importante pois estou resgatando uma dívida com todos os pontaporanenses”, declarou, emocionado.

O livro relata detalhadamente o engajamento do autor na luta por algumas causas nobres empreendidas em Ponta Porã, nas décadas de 1980 e 1990. Na época, uma das causas era criar e manter a unidade da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, que funcionou durante vários anos nas dependências da Escola Ramiro Noronha, atendendo a comunidade de diversos municípios da região de fronteira.

Roberto também foi protagonista na criação da APAE e da Academia Pontaporanense de Letras. “O livro é uma espécie de diário de todos nós. A voz daqueles que, nem sempre, têm vez. É o outro lado. Não o relato da História sob o ponto de vista dos poderosos. Mas a História de quem continua caminhando. Nossa vez de mostrar o que sentimos e pensamos”, definiu.

A solenidade promovida pela Academia Pontaporanense de Letras com apoio da Prefeitura, foi realizada no Centro Internacional de Convenções Miguel Gomez. Atraiu dezenas de pessoas.

A presidente da Academia Pontaporanense de Letras, Elza Verão, deu boas vindas e ressaltou a importância do evento para a Cultura da fronteira: “agradeço ao Roberto por ter vindo de outro estado, para documentar um dos maiores movimentos sociais da História de Ponta Porã”, frisou.

O secretário municipal Helio Peluffo Filho, falando em nome do prefeito Flávio Kayatt, destacou a importância do livro como resgate de um período da História local: “feliz o povo que consegue registrar a sua memória. Feliz o povo que tem o Professor Roberto como um de seus mais ilustres escritores, relatando nesta obra, momentos significativos para muitos pontaporanenses”, declarou Helio.

A Professora Joaquina Anésia Gonçalves Andrade classificou o trabalho de Roberto como “o fiel retrato de uma longa caminhada”. Ela destacou inclusive a luta do autor e de sua família, para a criação da APAE. O esposo de Joaquina, Professor Rivaldo, irmão de Roberto, trabalha até hoje na APAE que realiza um importantíssimo trabalho beneficiando a comunidade de Ponta Porã.

Além do lançamento do livro, com a tradicional fila para os autógrafos, o evento foi marcado também pela exibição de um vídeo contendo informações sobre o período retratado na obra escrita por Roberto. A Banda de Música Municipal Professor Isaac Borges Capillé, abrilhantou a noite, encerrada com uma magistral apresentação do cantor e músico Tiago Ojeda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha em queda nesta segunda-feira
SAÚDE
Doença falciforme é tema de evento desta terça-feira
AMAMBAI
Polícia Militar Rodoviária apreende 654 kg de maconha em veículo acidentado na rodovia
CONECTANDO VIDAS
Projeto chega a MS com a missão de facilitar contato entre pacientes covid e familiares