Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020

Projeto inédito desperta consciência ambiental nas aldeias

21 outubro 2011 - 13h40
A Gazetanews

Um projeto elaborado pela empresa de consultoria na área de energia, Unienergy Consultoria e Planejamento, com sede em Campo Grande, implantado de forma inédita no município, levou conscientização sobre preservação ambiental e o uso racional da energia elétrica às comunidades indígenas das aldeias, Sassoró e Jaguapiré em Tacuru essa semana.

Desenvolvido pela empresa em parceria com a Prefeitura local, através da Secretaria Municipal de Educação e com o apoio de educadores e lideranças das reservas indígenas, o projeto, denominado “Educando com Energia”, trouxe, através da distribuição de cartilhas, palestras e apresentações de danças e peças teatrais, uma mensagem sobre a importância da preservação dos recursos naturais e do consumo racional da energia para salvar o Planeta e garantir a sobrevivência das gerações futuras.

O alvo principal do projeto, que aconteceu no interior da Aldeia Sassoró, era a comunidade escolar, entre eles, pais e alunos das escolas municipais instaladas nas duas reservas indígenas, já que os alunos da Aldeia Jaguapiré foram transportados para a Sassoró para acompanhar a ação, más o projeto também acabou abrangendo toda a comunidade indígena.

No primeiro dia de atividade do Educando com Energia, os integrantes do projeto, entre eles as duas diretoras da Unienergy Consultoria e Planejamento, a advogada Dra. Ieda Mara Leite Anbar e a Dircéia Maciel Vasconcellos, mantiveram contado direto com os alunos e distribuíram a cartilha, que é bilíngüe, ou seja, escrita em português e na linguagem praticada pelas comunidades indígenas em Mato Grosso do Sul, o guarani.

A cartilha, que é de autoria das próprias diretoras da Unienergy Consultoria, Dra Ieda e Dircéia, teve a parte traduzida para o guarani pelo professor indígena, Amaro de Souza Rocha, que é da própria Aldeia Sassoró, localidade onde o projeto foi aplicado pela primeira vez e, segundo os coordenadores, superou as expectativas no que diz respeito à participação da comunidade local.

Além das diretoras da Unienergy Consultoria e Planejamento, acompanharam o lançamento do projeto “Educando com Energia” em Tacuru, que teve seu auge na manhã de terça-feira (18) com as apresentações na quadra de esportes da escola da Aldeia Sassoró, a deputada estadual em Mato Grosso do Sul, Mara Caseiro, apontada como uma espécie de “madrinha” da ação, o vice-prefeito de Tacuru, Paulo Pedro Rodrigues, o “Pedrinho”, os vereadores de Tacuru, Ezaul Martins e Alfredo Garay, que também são indígenas, o delegado de Polícia Civil de Tacuru, Dr. Eduardo Lucena, o secretário de governo da Prefeitura de Tacuru, Hilton Martins e o secretário de educação do município, Antônio Marcos Palhano, o “Marcão”.

Todo o trabalho também foi acompanhado pelo capitão da Aldeia Sassoró, Marcos Gomes e pela diretora da escola municipal que funciona na reserva indígena, professora Luzia Montiel.

Atualmente a escola da Aldeia Sassoró atende 1.075 anos, todos da comunidade indígena que conta com uma população estimada em 3,2 mil habitantes, segundo a Secretaria Municipal de Educação de Tacuru.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Homem tenta fugir, mas acaba preso com tabletes de maconha em mochila
NATUREZA
As histórias por trás de 3 fotos dos incêndios no Pantanal que viralizaram
ESPORTES
Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios
POLITICA
Justiça Eleitoral já registrou mais de 55 mil pedidos de candidaturas