Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021

PT concentra forças em Vander para sucessão de Nelsinho

23 outubro 2011 - 20h47Por Assessoria
O PT decidiu se unir em torno de um candidato com trânsito no terreno do governador André Puccinelli - o deputado federal Vander Loubet. Ele é pré-candidato lançado pela corrente Movimento PT e a articulação agradou tanto que o senador Delcídio do Amaral foi o porta voz do anúncio. Agora é esperada a declaração pública do ex-governador Zeca do PT, que não concorrerá para assumir cargo de diretor da Petrobras em Assunção, Paraguai. Na segunda-feira a Comissão Executiva Estadual se reúne para homologar a posição do grupo Movimento PT.

“As negociações evoluíram muito nos últimos dias e convergiram para que chegassemos a um consenso. Conversamos com os demais companheiros que colocaram seu nome à apreciação do partido e eu não tenho dúvida de que o Vander terá o apoio de todas as correntes. O PT está unido e forte e vai fazer uma grande disputa em 2012, não só aqui na capital mas também no interior do estado“, afirmou Delcídio.

O anúncio do consenso em torno de Vander abortou pelo menos duas pré-candidatura - do ex-deputado Pedro Teruel e do deputado Cabo Almi. Zeca do PT já havia anunciado em entrevista ao Campo Grande News não ser candidato, deixando de mencionar o emprego na Petrobras, mas cobrando o apoio de Delcídio. Falta confirmar a desistência de Pedro Kemp.

Segundo o presidente do Diretório Regional, Marcus Garcia, o consenso deve reunificar todas as correntes petistas.

Zeca do PT e Vander Loubet representam a corrente CNB (Construindo um Novo Brasil). Já o ex-deputado Pedro Teruel integra a corrente Movimento PT, da qual faz parte o deputado federal Antonio Biffi. O deputado estadual Pedro Kemp é candidato da AE (Articulação de Esquerda. A corrente PTLM (PT de Lutas e Massas), e DS (Democracia Socialista), da qual faz parte o ex-deputado João Grandão, não lançou pré-candidatos.

Delcídio garantiu que o PT está pacificado e revelou o próximo passo para consolidar a candidatura de Vander.

“Não vamos mais ser vítimas de fofocas, que dificultam a unidade do partido e só interessam aos nossos adversários. Conversamos com o ex-deputado João Grandão, coordenador da DS (Democracia Socialista) e o deputado Biffi entrou em contato com o deputado Pedro Kemp, da Articulação de Esquerda, e com os coordenadores da CNB, do deputado Vander e do ex-governador Zeca. O ex-deputado Pedro Teruel, indicado por nós, abriu mão de sua pré-candidatura“.

A reunião que praticamente selou o acordo para lançamento da candidatura de Vander Loubet foi realizada na Fetems, com a presença do coordenador nacional Eliezer Pacheco, que é secretário de educação profissional do Ministério da Educação; deputado os ex-deputados Amarildo Cruz e Pedro Teruel, a prefeita de Santa Rita do Pardo, Eledir Barcelos e a vice-prefeita de Dourados, Dinaci Ranzi, alem de militantes do PT de 44 municípios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LOTERIA
Mega-Sena sai para um apostador que ganha 49 milhões
JUVENTUDE
Conselho Estadual da Juventude abre processo seletivo para representantes da sociedade civil
PONTA PORÃ
Polícia Militar flagra veículo transportando produtos de contrabando e descaminho
SAÚDE
Pesquisa: cepa do Amazonas do coronavírus gera mais carga viral