Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020

PT concentra forças em Vander para sucessão de Nelsinho

23 outubro 2011 - 20h47Por Assessoria
O PT decidiu se unir em torno de um candidato com trânsito no terreno do governador André Puccinelli - o deputado federal Vander Loubet. Ele é pré-candidato lançado pela corrente Movimento PT e a articulação agradou tanto que o senador Delcídio do Amaral foi o porta voz do anúncio. Agora é esperada a declaração pública do ex-governador Zeca do PT, que não concorrerá para assumir cargo de diretor da Petrobras em Assunção, Paraguai. Na segunda-feira a Comissão Executiva Estadual se reúne para homologar a posição do grupo Movimento PT.

“As negociações evoluíram muito nos últimos dias e convergiram para que chegassemos a um consenso. Conversamos com os demais companheiros que colocaram seu nome à apreciação do partido e eu não tenho dúvida de que o Vander terá o apoio de todas as correntes. O PT está unido e forte e vai fazer uma grande disputa em 2012, não só aqui na capital mas também no interior do estado“, afirmou Delcídio.

O anúncio do consenso em torno de Vander abortou pelo menos duas pré-candidatura - do ex-deputado Pedro Teruel e do deputado Cabo Almi. Zeca do PT já havia anunciado em entrevista ao Campo Grande News não ser candidato, deixando de mencionar o emprego na Petrobras, mas cobrando o apoio de Delcídio. Falta confirmar a desistência de Pedro Kemp.

Segundo o presidente do Diretório Regional, Marcus Garcia, o consenso deve reunificar todas as correntes petistas.

Zeca do PT e Vander Loubet representam a corrente CNB (Construindo um Novo Brasil). Já o ex-deputado Pedro Teruel integra a corrente Movimento PT, da qual faz parte o deputado federal Antonio Biffi. O deputado estadual Pedro Kemp é candidato da AE (Articulação de Esquerda. A corrente PTLM (PT de Lutas e Massas), e DS (Democracia Socialista), da qual faz parte o ex-deputado João Grandão, não lançou pré-candidatos.

Delcídio garantiu que o PT está pacificado e revelou o próximo passo para consolidar a candidatura de Vander.

“Não vamos mais ser vítimas de fofocas, que dificultam a unidade do partido e só interessam aos nossos adversários. Conversamos com o ex-deputado João Grandão, coordenador da DS (Democracia Socialista) e o deputado Biffi entrou em contato com o deputado Pedro Kemp, da Articulação de Esquerda, e com os coordenadores da CNB, do deputado Vander e do ex-governador Zeca. O ex-deputado Pedro Teruel, indicado por nós, abriu mão de sua pré-candidatura“.

A reunião que praticamente selou o acordo para lançamento da candidatura de Vander Loubet foi realizada na Fetems, com a presença do coordenador nacional Eliezer Pacheco, que é secretário de educação profissional do Ministério da Educação; deputado os ex-deputados Amarildo Cruz e Pedro Teruel, a prefeita de Santa Rita do Pardo, Eledir Barcelos e a vice-prefeita de Dourados, Dinaci Ranzi, alem de militantes do PT de 44 municípios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Caçador é preso por abater animal em extinção em MS
REGIÃO
Jovem tenta entregar droga para interno em hospital e é presa
OPORTUNIDADE
Inscrições para 1520 vagas em cursos técnicos começam na segunda-feira
MAUS TRATOS
Idosa de 71 anos mantinha cachorros amarrados, doentes e com pouco alimento