Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020

Imagens foram feitas por fotógrafo no Parque dos Poderes.

Polícia ambiental faz alerta a motoristas que transitam pelo local

26 novembro 2011 - 09h20
G1 MS

Um morador de Campo Grande registrou em imagens, nesta semana, o momento em que um quati retirou, do meio da rua, outro exemplar da espécie que havia sido atropelado. Segundo o fotógrafo Marcelo Silva de Oliveira, o animal era um filhote e não resistiu aos ferimentos.

Atropelamentos de animais silvestres são comuns na região do Parque dos Poderes, onde o fato ocorreu, de acordo com a Polícia Militar Ambiental. A reserva ecológica de 129 hectares é circundada por ruas e avenidas, e os principais prédios públicos da administração estadual estão instalados na área.

O major Ednilson Queiroz, da PMA, explica que os quatis andam em bando e têm hábitos alimentares diurnos e noturnos. Os animais se alimentam de frutas e carne, e com frequência são vistos remexendo lixo das residências no entorno do parque, em busca de comida.

O oficial da polícia ambiental faz um alerta aos motoristas que transitam pelo Parque dos Poderes. "O condutor deve seguir as placas indicativas e diminuir a velocidade quando avistar algum animal silvestre. Eles têm prioridade", diz Queiroz. Ainda segundo o major, a corporação resgata diariamente de cinco a seis animais silvestres em áreas urbanas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha em alta nesta quarta após forte queda na terça
SAÚDE
Anvisa define requisitos para pedido de uso emergencial de vacina da Covid-19
Um dos critérios é que a vacina precisa estar em estudos clínicos de fase 3 - última etapa de testes - no Brasil
MAIS UMA CONDENAÇÃO
Chefe do tráfico na fronteira, Galã é condenado a 8 anos de prisão por lavagem de dinheiro em MS
ECONOMIA
Venda de veículos automotores aumenta 0,45% de outubro para novembro