Menu
Busca sábado, 07 de dezembro de 2019
ASSEMBLEIA

Semana Estadual dos Direitos Humanos pode ser criada em MS

15 novembro 2019 - 13h30Por Dourados News

Os deputados estaduais da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) votaram seis projetos durante a Ordem do Dia de quinta-feira (14). Em primeira discussão, com parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), foi aprovado o Projeto de Lei 281/2019, enviado pelo Poder Executivo, para instituir a Semana Estadual dos Direitos Humanos no âmbito de Mato Grosso do Sul. A proposta segue para análise das comissões de mérito, para então ser votada em segunda discussão e se tornará lei, se sancionada.  

Também em primeira foi aprovado o Projeto de Lei 211/2019, do deputado Marçal Filho (PSDB), que altera a redação de dispositivos da Lei 90/1980, que dispõe sobre as alterações do meio ambiente, estabelece normas de proteção ambiental e dá outras providências, com o objetivo de definir normas com fundamento no art. 24 da Constituição Federal Brasileira, visto que, segundo o deputado, a norma atual "está desatualizada, necessitando de adequações, especialmente no que se refere aos órgãos do Estado responsáveis pela implantação e fiscalização das políticas públicas de prevenção, proteção e controle das atividades humanas em detrimento do Meio Ambiente equilibrado e sustentável" - confira na íntegra aqui. 

De mesma autoria de Marçal, com coautoria de Evander Vendramini (PP), o Projeto de Lei 259/2019 também foi aprovado em primeira discussão. Ele dispõe sobre a afixação de cartazes em Cartórios de Registro Civil de Pessoas Naturais informando sobre a gratuidade da averbação do reconhecimento de paternidade no assento de nascimento e da certidão correspondente.

Em segunda discussão foi aprovado por maioria o Projeto de Lei 269/2019, do Poder Judiciário, que tem o objetivo de extinguir Distritos Judiciários e respectivos Serviços Notariais e de Registro Civil das Pessoas Naturais, no Foro Extrajudicial do Estado de Mato Grosso do Sul. Segue ao expediente.

Duas propostas pautadas para discussão única foram aprovadas. O Projeto de Lei 271/2019, do deputado Cabo Almi (PT), que declara de Utilidade Pública Estadual a Associação dos Agricultores Familiares Furnas do Rincão, com sede e foro em Jaraguari e o Projeto de Resolução 128/2019, da Mesa Diretora da Casa de Leis, que institui o Diploma de Honra ao Mérito Legislativo, a ser concedido aos membros da Procuradoria-Geral do Estado de Mato Grosso do Sul, em comemoração aos 40 anos do Parlamento.

Ainda durante o expediente, o deputado Professor Rinaldo (PSDB) usou o microfone em aparte para parabenizar os servidores da Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, com a divulgação de relatório com redução de crimes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Inflação das famílias com renda baixa sobe mais que índice oficial
GERAL
Testemunha de defesa de padre Amaro é assassinada em Anapu (PA)
POLÍTICA
Guedes diz que não há razão para pessimismo no país
FACÇÃO
Mãe recebe mensagem dizendo que o filho foi morto pelo PCC