Menu
Busca terça, 04 de agosto de 2020

Soja brasileira ganha força com associações estaduais

Soja brasileira ganha força com associações estaduais

20 setembro 2011 - 09h39Por Assessoria
“O momento é de fortalecer as associações de produtores de soja nos estados como representantes e interlocutores do setor”, destaca o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja do Brasil, Glauber Silveira, que participou na última sexta (16), na cidade de Passo Fundo (RS), da posse da nova diretoria da Aprosoja Rio Grande do Sul. De acordo com Silveira, a implantação das Aprosojas nos estados é um ponto importante para a agricultura brasileira. “É a união dos produtores para fortalecer o setor, pois juntos podemos diminuir custos, globalizar a produção e desenvolver o setor de um modo geral”.

Silveira e diversas autoridades políticas prestigiaram a posse do prefeito de Itapera - município gaúcho, Irineu Orth, no comando da Aprosoja-RS para o biênio 2011/2013. Orth, que é agricultor há mais de 40 anos, afirmou que a Aprosoja trouxe representação política aos produtores de soja do Rio Grande do Sul. “Temos que nos unir para ter voz junto aos líderes do nosso país, pois as pautas são comuns entre os estados: problemas de infraestrutura, buscamos melhorar a produtividade e garantir rentabilidade aos agricultores e temos um Código Florestal que precisa urgente ser atualizado para dar sustentabilidade à agricultura brasileira”, discursou Orth.

Irineu afirmou ainda que junto com o presidente da Aprosoja Brasil, Glauber Silveira, vai buscar a criação de um fundo de apoio à cultura da soja no Rio Grande do Sul, nos mesmos moldes do que já existe em Mato Grosso. “Temos que dar sustentação às ações do setor. Em Mato Grosso, por exemplo, em 2010, para cada R$ 1 real investido no fundo, o produtor teve um retorno de R$ 89,00 em projetos, benefícios e ações realizados em prol do desenvolvimento da soja”, exemplificou Silveira.

“O Brasil tem 35 milhões de hectares que podem ser utilizados para a produção agrícola e o Rio Grande do Sul é um importante produtor de grãos. Vamos trabalhar em parceria com os agricultores gaúchos para que possamos fortalecer não só o setor da soja no nosso país, mas a agricultura brasileira como um todo”, ressaltou Glauber Silveira.

Logo após a posse, Silveira e Orth já se reuniram com o deputado federal pelo Rio Grande do Sul, Jerônimo Goergen, para agendar uma reunião com o novo ministro da agricultura, Mendes Ribeiro.

Antes de Irineu, o agricultor Pedro Nardes comandou a Aprosoja Rio Grande do Sul no biênio 2009/2011. Durante a cerimônia, foi prestada uma homenagem ao ex-presidente, que foi pioneiro na implantação da Associação no estado gaúcho. “Temos que destacar o trabalho do Nardes, que fundou a Aprosoja Rio Grande do Sul. Participei e acompanhei o trabalho dele frente à Aprosoja-RS e destaco que foi um passo enorme para o fortalecimento da soja no Rio Grande do Sul e no país”, enalteceu o presidente da Aprosoja Brasil.

Além do Rio Grande do Sul, os estados de Rondônia, Mato Grosso do Sul, Piauí, Bahia e Mato Grosso possuem Associações de Produtores de Soja criadas e implantadas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados por coronavírus
MS
Governo MS investe mais de R$5,3 milhões em bolsas de estudo com foco no avanço da ciência e da tecnologia
EDUCAÇÃO
Resultado da segunda chamada do Prouni já está disponível
LEGISLATIVO
Deputados devem apreciar cinco propostas na primeira sessão do mês de agosto