Menu
Busca quinta, 28 de janeiro de 2021

Tite leva banho de jogadores e ganha abraço de Andrés

Tite leva banho de jogadores e ganha abraço de Andrés

05 dezembro 2011 - 07h09Por Terra
Após admitir ansiedade e tensão durante a semana que antecedeu a rodada decisiva do Brasileiro, o técnico Tite sorriu aliviado com o empate por 0 a 0, contra o rival Palmeiras, que assegurou o quinto título brasileiro ao Corinthians. Emocionado, o treinador foi homenageado pelos jogadores alvinegros, que lhe deram um banho de champagne e cerveja durante a comemoração, e pelo próprio presidente do clube, Andrés Sanchez, que interrompeu entrevista coletiva para abraçá-lo.


"A campanha do Corinthians foi inquestionável e isso me deixa feliz. Além disso, teve a forma como foi conquistado. Em nenhum momento precisei expor atleta ou mostrar pulso sendo arrogante com alguma situação. Mostrei que pode ser feito com respeito. Quando vem o reconhecimento pelo trabalho com título, eu fico muito feliz", disse Tite em entrevista coletiva após a partida.


Enquanto molhavam o comandante, os atletas corintianos gritavam "fala muito", lembrando a marcante frase do treinador, que, irritado com as reclamações de Felipão durante a semifinal do Campeonato Paulista, desabafou esbravejando.

Ensopado, Tite seguiu para a entrevista coletiva e se deparou com mais uma surpresa. Andrés Sanchez surgiu repentinamente na sala de imprensa, subiu no palanque, abraçou o treinador e falou alto: "é f..."

O técnico retribuiu ao gesto com elogios ao mandatário alvinegro. "Agradeço bastante ao presidente, e quando falo dele eu falo de uma nação toda", declarou.

"O campeonato é construído em 38 jogos, por essas 21 vitórias. A equipe buscou sempre vencer, tem o melhor saldo e foi a que melhor se defendeu. Nosso time construiu ao longo do tempo todo com merecimento. Nossa alegria é traduzida desta forma", finalizou o treinador.


Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Tereza Cristina: transformação digital deve inserir agronegócio
SAÚDE
Covid-19: OMS aponta presença da variante de Manaus em oito países
POLÍTICA
Governo federal diz que não se envolve em compras privadas de vacina
ECONOMIA
Bolsonaro apela para que caminhoneiros não façam greve