Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020

Treinadores de futebol são suspeitos de abusar sexualmente de adolescentes

29 dezembro 2011 - 11h49Por MS Record
Treinadores de futebol que atuavam em campos espalhados em bairros de Campo Grande são suspeitos de abusar sexualmente de crianças e adolescentes. A polícia começou a investigar o caso depois da prisão de José Martins de Santana, de 47 anos, em março deste ano. Ele foi pego após abusar sexualmente de duas crianças, uma de cinco e outro de sete anos de idade.

Após a prisão, José contou na delegacia que já havia abusado sexualmente de outros meninos enquanto trabalhava como treinador de futebol em campo espalhados pela cidade. Ele também relatou nomes de amigos que faziam a mesma coisa.

“Eles foram contratados para dar aula de futebol em uma escolinha. Então quando havia algum campeonato e principalmente quando esses campeonatos eram fora da cidade, eles faziam uma espécie de proposta. De levar esses meninos para esses campeonatos a troco de favores sexuais”, explica a delegada Regina Rodrigues.

A partir daí, as delegadas responsáveis pelo caso começaram o ouvir as possíveis vítimas. 10 meninos, a maioria com idades entre 12 e 17 anos, confirmaram os abusos, mas a polícia acredita que o número seja bem maior.

As investigações mostram que os pedófilos vinham agindo há mais de cinco anos em bairros como Jardim das Perdizes, José Abrão, Alves Pereira, Canguru e Colibri.

Uma das mães das vítimas, que não será identificada só descobriu os abusos depois que José Martins foi preso. “Meu filho falou que várias vezes ele pegava, oferecia as coisas, falava que ia dar dinheiro, dar bola, ia dar alguma coisa pra que ele pegasse no meu filho. Meu filho dizia que ele toucou várias vezes nele”, conta.

Alguns dos meninos abusados por José também foram vítimas de um homem chamado Antônio Alves de Oliveira. Na época dos abusos sexuais ele morava em um condomínio de kitnets do Jardim Colibri - a menos de uma quadra do campo de futebol onde trabalhava como treinador.

Um comerciante impediu que o filho frequentasse as aulas porque ficou desconfiado. A delegada Regina não soube dizer se José Martins de Santana continua preso. Ele foi indiciado por estupro de vulnerável em sete casos.

Antônio Alves de Oliveira também foi indiciado por estupro de vulnerável em três casos, mas a polícia não tem notícias dele. Algumas pessoas estão dizendo nos bairros que o mesmo morreu. Três treinadores estão sendo investigados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Com proximidade de novo feriado, SES alerta que Covid não está controlada no Estado
ECONOMIA
Confiança dos Serviços cresce 2,9 pontos em setembro, diz FGV
O índice chegou a 87,9 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos
POLÍTICA
Bolsonaro diz que está aberto a sugestões para recuperação da economia
JUSTIÇA
Paciente atendida em rede particular deve arcar com despesas da internação