Menu
Busca quinta, 01 de outubro de 2020

Vaga temporária de fim de ano exige cuidados

17 outubro 2011 - 14h40
Agora

Com o esperado aumento das vendas do fim do ano, quem está de olho em uma vaga temporária no comércio deve tomar cuidado com os problemas do período de Natal.

Entre eles, está a alta carga de trabalho.

Segundo Ricardo Patá, presidente do Sindicato dos Comerciários de SP, nesta época do ano os funcionários trabalham até 12 horas seguidas e, pelo menos 20% deles, não têm contrato que obrigue as empresas a cumprir o pagamento de horas extras, vale-transporte ou vale-refeição.

"É algo que estamos sempre tentando coibir, mas é muito complicado. É preciso denunciar.

Outro ponto citado pelo sindicalista é que as folgas de domingo não valem para esse período. Ou seja, em dezembro, o funcionário trabalha sete dias por semana e só tem direito a folga no dia 25 de dezembro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pesquisa comprova que covid-19 é também doença vascular
ECONOMIA
Criação de empregos em agosto atinge melhor nível em nove anos
SERVIDOR
Governo deposita salários de servidores nesta quinta-feira
SAÚDE
Covid-19: Anvisa reduz exigências para análise de registro de vacinas